Busca avançada
Ano de início
Entree


A companhia água e luz do estado de São Paulo e suas relações de conflito na formação do parque elétrico paulistano, 1890-1910

Texto completo
Autor(es):
Alexandre Ricardi
Número total de Autores: 1
Tipo de documento: Dissertação de Mestrado
Imprenta: São Paulo.
Instituição: Universidade de São Paulo (USP). Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas
Data de defesa:
Membros da banca:
Gildo Magalhães dos Santos Filho; Alexandre Macchione Saes; Odette Carvalho de Lima Seabra
Orientador: Gildo Magalhães dos Santos Filho
Resumo

O objetivo desse trabalho é reconstituir a história da Companhia Água e Luz do Estado de São Paulo, cuja primeira denominação foi Companhia Luz Electrica de São Paulo, uma pequena companhia formada por capital nacional, organizada antes da empresa anglo-canadense-americana Light and Power, utilizando-se da matriz energética térmica e não hidráulica e representante do mercado de livre concorrência, implantando no começo da Primeira República. Forneceu energia elétrica ao final do século XIX nas cidades de São Paulo, Curitiba e Casa Branca, o que nos leva à reflexão sobre a formação do parque elétrico na cidade de São Paulo durante a Primeira República. Apesar de concorrer com a San Paulo Gas Company, detentora do privilégio de aquecimento e de iluminação pública, a Companhia Água e Luz disputou um mercado em crescimento, em momento em que a energia elétrica mostrava-se mais eficiente do que o gás em muitos aspectos, principalmente para iluminação. A partir de 1900, a Companhia Água e Luz enfrentou a concorrência da canadense Light and Power que cingiu os serviços públicos de transporte e fornecimento de eletricidade nos principais mercados consumidores do Brasil, São Paulo e Rio de Janeiro. Tornou-se pivô de disputas que culminaram no monopólio do setor, detido pela Light and Power de 1899 a 1979, que abarcou diversas outras pequenas companhias. (AU)

Processo FAPESP: 10/11804-5 - A companhia água e luz do Estado de São Paulo e suas relações de conflito na formação do parque elétrico paulistano, 1890-1910
Beneficiário:Alexandre Ricardi
Linha de fomento: Bolsas no Brasil - Mestrado