Busca avançada
Ano de início
Entree


A organização do trabalho artístico a partir da construção de um campo de ação estratégica: o Teatro de Grupo paulistano e a Lei de Fomento ao Teatro

Texto completo
Autor(es):
Ana Carolina Silva Andrada
Número total de Autores: 1
Tipo de documento: Dissertação de Mestrado
Imprenta: São Paulo.
Instituição: Universidade de São Paulo (USP). Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas
Data de defesa:
Membros da banca:
Nadya Araujo Guimaraes; Charles Kirschbaum; Ana Cristina Braga Martes
Orientador: Nadya Araujo Guimaraes
Resumo

Para se compreender a organização do trabalho artístico há que se levar em conta seus aspectos institucionais. As formas que as organizações artísticas tomam estão diretamente relacionadas ao desenvolvimento desses campos de produção em artes. Nessa dissertação, tomo como objeto de interesse o campo da produção teatral paulistana conhecido como Teatro de Grupo. Argumento que a aprovação da Lei de Fomento ao Teatro para a cidade de São Paulo em 2002 foi um importante ponto de inflexão na construção desse campo. Para explorar de que modo a lei permanece como um dos mecanismos centrais da organização dessa parcela da produção artística, foram coletados, por meio de pesquisa de campo e análise documental, dados e informações sobre os grupos que concorreram a essa verba de financiamento. Ao descrever os elementos que constituem esse campo de produção torna-se possível elucidar aspectos específicos da experiência de trabalho artístico dos indivíduos que compõem esses grupos teatrais da cidade. (AU)

Processo FAPESP: 11/04812-4 - O trabalho em cena: profissionais do teatro na cidade de São Paulo
Beneficiário:Ana Carolina Silva Andrada
Linha de fomento: Bolsas no Brasil - Mestrado