Busca avançada
Ano de início
Entree


Relações emergentes avaliadas em testes de transferência de função em pombos

Texto completo
Autor(es):
Heloisa Cursi Campos
Número total de Autores: 1
Tipo de documento: Tese de Doutorado
Imprenta: São Paulo.
Instituição: Universidade de São Paulo (USP). Instituto de Psicologia
Data de defesa:
Membros da banca:
Paula Debert; Marcelo Frota Benvenuti; Katia Damiani; Olavo de Faria Galvão; Miriam Garcia Mijares
Orientador: Paula Debert
Resumo

Os resultados de Campos et al. (2011) indicaram a emergência de simetria, mas não de transitividade e equivalência em pombos com o procedimento go/no-go com estímulos compostos. O presente experimento investigou a formação de classes em testes de transferência de função após treino com o procedimento go/no-go com estímulos compostos. Quatro pombos foram treinados a responder aos estímulos compostos A1B1, A2B2, B1C1 e B2C2 e a não responder aos compostos A1B2, A2B1, B1C2 e B2C1. Posteriormente, os sujeitos foram treinados a responder em DRL 3 s a A1 e FR20 a A2. Testes de transferência de função apresentaram os estímulos de treino A1 e A2 e os estímulos de teste B1, C1, B2 e C2 para verificar se os sujeitos apresentariam taxa de respostas mais baixa a A1, B1 e C1 e mais alta a A2, B2 e C2. Os sujeitos apresentaram taxas de respostas mais baixas tanto para alguns estímulos do Conjunto 1 quanto para alguns estímulos do Conjunto 2. Portanto, os resultados dos testes de transferência de função não indicaram a formação de classes de equivalência após treino com o procedimento go/no-go com estímulos compostos em pombos. Sendo assim, independentemente dos testes empregados (testes das propriedades com o procedimento go/no-go com estímulos compostos ou teste de transferência de função), desempenhos emergentes não são verificados em pombos após treino com o procedimento go/no-go com estímulos compostos (AU)

Processo FAPESP: 10/07872-5 - Relações emergentes avaliadas em testes de transferência de função em pombos
Beneficiário:Heloísa Cursi Campos
Linha de fomento: Bolsas no Brasil - Doutorado