Busca avançada
Ano de início
Entree


Implicações estruturais de mutantes da piridoxal quinase de Plasmodium falciparum

Texto completo
Autor(es):
Thales Kronenberger
Número total de Autores: 1
Tipo de documento: Dissertação de Mestrado
Imprenta: São Paulo.
Instituição: Universidade de São Paulo (USP). Instituto de Ciências Biomédicas
Data de defesa:
Membros da banca:
Carsten Wrenger; Jorge Iulek; Gustavo Henrique Goulart Trossini
Orientador: Carsten Wrenger
Resumo

O metabolismo de vitamina B9 é um alvo terapêutico conhecido para malária. A vitamina B6 foi validada como essencial para o parasita. Esse trabalho analisa bioquimica- e estruturalmente mutantes da enzima piridoxal quinase, pela combinação de análises in silico associadas a ensaios bioquímicos. A estrutura da PdxK de P. falciparum permitiu a localização do sítio ativo e da interface de dimerização. Logo foram sugeridas mutações que alterassem esses resíduos para investigar sua importância. Dinâmica molecular sugere que a dimerização é responsável pela estabilidade do sítio ativo, algo coerente com a diminuição da atividade enzimática na maioria das mutantes. Filtração em gel aponta um equilíbrio entre a conformação monômero-dímero mostrando que as mutações na interface não estão relacionadas a dimerização, mas envolvidas com a estabilização do folding na região do sítio ativo. A mesma é recoberta por uma tampa que impede a auto-hidrólise do ATP, há também um resíduo serina que estabiliza a conformação do piridoxal durante a catálise, as mutações em ambas as regiões levaram a inativação da enzimática. A hipótese de que a interação da PfPdxK com ligantes de RNA não se mostrou conclusiva. (AU)

Processo FAPESP: 11/13706-3 - Implicações estruturais de mutantes da piridoxina quinase de Plasmodium falciparum e investigação das suas regiões espaçadoras
Beneficiário:Thales Kronenberger
Linha de fomento: Bolsas no Brasil - Mestrado