Busca avançada
Ano de início
Entree

Emmanuel Dias-Neto

CV Lattes ORCID Google Scholar Citations


Universidade de São Paulo (USP). Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP)  (Instituição-sede da última proposta de pesquisa)
País de origem: Brasil

Possui graduação em Ciências Biológicas pela Universidade Federal de Minas Gerais (1989), Mestrado em Biologia Celular e Molecular pela Fundação Oswaldo Cruz (1994), Doutorado em Bioquímica e Imunologia pela Universidade Federal de Minas Gerais (1997) e Pós-Doutorado em Genômica do Câncer pelo Ludwig Institute for Cancer Research (1999). Foi pesquisador sênior do Instituto Ludwig de Pesquisas sobre o Câncer (até 2002), vice-diretor do Laboratório de Neurociências (LIM-27) no Instituto de Psiquiatria da Faculdade de Medicina da USP (até 2006) e Professor Visitante na University of Texas, MD Anderson Cancer Center (até Setembro de 2009). Atualmente é cientista adjunto no Centro Internacional de Pesquisas do AC Camargo Cancer Center, onde coordena o Laboratório de Genômica Médica. Tem experiência na área de Biologia Molecular e Genômica. (Fonte: Currículo Lattes)

Matéria(s) publicada(s) na Revista Pesquisa FAPESP sobre o(a) pesquisador(a):
En la sangre, más pistas sobre el cáncer 
No sangue, mais pistas sobre o câncer 
Câncer ampliado 
Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o(a) pesquisador(a)
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)
Auxílios à pesquisa
Bolsas no país
Bolsas no Exterior
Apoio FAPESP em números * Quantidades atualizadas em 26/11/2022
Colaboradores mais frequentes em auxílios e bolsas FAPESP
Contate o Pesquisador

Este canal da BV/FAPESP deve ser utilizado tão somente para mensagens, referentes aos projetos científicos financiados pela FAPESP.


 

 

 

 

Palavras-chave utilizadas pelo pesquisador
Adenocarcinoma Agressividade Análise de sequência de DNA Biologia Molecular Biologia computacional Biomarcadores tumorais Biomarcadores Biópsia líquida Bioquímica COVID-19 Células-tronco neoplásicas Células-tronco Ciências Biológicas Ciências da Saúde Detecção Doença de Alzheimer Doenças cerebrais Doenças negligenciadas Epidemiologia Epilepsia Esquizofrenia Eventos científicos e de divulgação Exoma Expressão gênica Fosfolipases A Fosfolipídeos Genes homeobox Genética Humana e Médica Genética Molecular e de Microorganismos Genética Genoma Humano do Câncer Genoma Schistosoma Genoma humano Genomas Genômica Imuno-oncologia Imunologia Aplicada Imunologia Imunorregulação Imunoterapia Inibidores de checkpoint imunológico Institutos de pesquisa Lipídeos de membrana Lítio Marcadores de resistência Medicina Metagenômica Metástase neoplásica Metástase Metilação de DNA MicroRNAs Microbiologia Aplicada Microbiologia Microbiota Monitoramento ambiental Neoplasias colorretais Neoplasias de cabeça e pescoço Neoplasias do cólon Neoplasias mamárias Neoplasias Neurobiologia Neurociências Neurogênese Oncologia Polimorfismo de um único nucleotídeo Polimorfismo genético Prevenção Prognóstico Proteínas de homeodomínio Proteoma Psiquiatria Quimioterapia adjuvante Quimioterapia RNA mensageiro RNA Reação em cadeia por polimerase (PCR) Regulação da expressão gênica Reuniões científicas SARS-CoV-2 SNP Schistosoma mansoni Sequenciamento de nova geração Transcrição genética Transcriptoma Variação genética Variantes genéticas Vesículas extracelulares Virologia Xylella fastidiosa
Videos relacionados aos auxílios à pesquisa e bolsas

Epidemiologia e genômica de adenocarcinomas gástricos no Brasil | EU-LIFE


Publicado em junho de 2016 - Agência FAPESP - O adenocarcinoma gástrico (AdG) é um dos tumores com maiores índices de mortalidade. Apesar de possuir patogenia bem determinada, o conhecimento atual dos mecanismos moleculares que promovem sua gênese e evolução ainda não se traduziu em impacto significante sobre o diagnóstico, tratamento ou novas modalidades terapêuticas que fossem capazes de alterar o curso natural da doença. Este projeto visa aumentar de modo significativo o conhecimento acerca desta patologia, com enfoque na população brasileira, atualizando a sua epidemiologia.

Câncer deve se tornar maior causa de morte de brasileiros


Publicado em 26 de setembro de 2018 - Agência FAPESP. Pesquisadores destacam no Ciclo ILP-FAPESP a importante transição demográfica e epidemiológica vivida pelo Brasil e a necessidade de aumentar a integração entre as áreas científicas e assistenciais. Resultado de parceria entre o Instituto do Legislativo Paulista (ILP) e a FAPESP, o ciclo é realizado mensalmente na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo, com o objetivo de promover eventos de divulgação científica voltados à sociedade, legisladores, gestores públicos e outros interessados.

Microrganismos estão por todos os lados (e isso não é um problema)


Publicado em 27 de setembro de 2021 - Pesquisa FAPESP. Pesquisadores de todos os continentes divulgaram em junho o que pode ser considerado o primeiro catálogo mundial do ecossistema microbiano de áreas urbanas. Por meio de 4.728 amostras coletadas nas ruas, em solas de sapato, no transporte público e em hospitais por três anos, o grupo mapeou geneticamente a microbiota – o conjunto de bactérias, vírus, fungos e outros microrganismos – de 60 cidades de 32 países, três delas no Brasil. Uma das principais descobertas do estudo é que 31 espécies de bactérias aparecem em 97% das amostras. Elas formam um núcleo central de microrganismos predominantes em centros urbanos de todo o mundo. O biólogo molecular Emmanuel Dias-Neto, do A.C. Camargo Cancer Center, explica mais sobre esses vizinhos invisíveis.

Por favor, reporte erros na informação da página do pesquisador escrevendo para: cdi@fapesp.br.
X

Reporte um problema na página


Detalhes do problema: