Busca avançada
Ano de início
Entree

Maria Alice da Cruz Hofling

CV Lattes Google Scholar Citations


Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Instituto de Biologia (IB)  (Instituição-sede da última proposta de pesquisa)
País de origem: Brasil

Possui graduação em História Natural pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho e doutorado em Biologia pela Universidade Estadual de Campinas (1975). Honorary Research Assistant no Department of Neuroanatomy do Institute of Neurology da University of London (1983-1985); pos-doutoramento no Departamento de Biologia Celular, do Instituto Abel Salazar da Univerisdade do Porto (1992). É Professora Titular em Histologia (Instituto de Biologia- Universidade Estadual de Campinas). Linha de pesquisa: Venenos e Toxinas em Sistemas Biológicos, principalmente na Junção Neuromuscular e na Barreira Hematoencefálica. Venenos e Toxinas animais são potentes fontes de moléculas farmacologicamente ativas que podem ter alvo muito específicos em componentes de sistemas biológicos. O seu uso como instrumento para o estudo da regulação de processos biológicos tanto em condições fisiológicas como fisiopatológicas á altamente relevante. A barreira hematoencefálica (BHE) situada entre o sangue periférico e SNC é altamente seletiva e restritiva à entrada de moléculas com vistas à manutenção da homeostase cerebral. Por outro lado, sua estrutura dificulta a entrada de fármacos com finalidades terapêuticas. O uso de venenos e toxinas que possibilitem avançar no entendimento dos mecanismos de regulação da abertura da BHE é de sumo interesse científico.Também dentro desta linha de investigação, venenos, toxinas, e esteróidos anabólico androgênicos, tem sido utilizados por nós para o estudo da junção neuromuscular e do comportamentos do tecido muscular esquelético e da matriz extracelular do músculo frente aos componentes dos venenos. Atualmente investigamos se a expressão gênica durante os processos regenerativos recapitula a observada durante o desenvolvimento. Os venenos animais são misturas complexas que podem conter neurotoxinas pré- ou pós-sináptica ou ambas,que aftetam a neurotransmissão, e/ou conterem miotoxinas que causam necrose muscular e deficit funcional. O entendimento desses mecanismos tem importância na saúde pública. A modulação dos efeitos toxicos dos venenos e toxinas de serpentes no músculo, ou a sua neutralização, tem sido investigada pelo uso de irradiação por laser de baixa potência e /ou de extratos de plantas medicinais. Fomos pioneiros no uso de laser de baixa potência para o estudo de processo regnerativos do músculo esquelético. É membro da Academia de Ciências do Estado de São Paulo - ACIESP. Ganhou o prêmio Zeferino Vaz de Produtividade em Pesquisa , instituído pela Universidade Estadual de Campinas para laurear os docentes que se destacam em sua área de atuação. É credenciada no Programa de Pós-Graduação em Biologia Celular e Estrutural do Instituto de Biologia da UNICAMP e no Programa de Pós-Graduação em Farmacologia da Faculdade de Ciências Médicas da UNICAMP. É Pesquisador 1A do CNPQ. (Fonte: Currículo Lattes)

Matéria(s) publicada(s) na Revista Pesquisa FAPESP sobre o(a) pesquisador(a):
Una llave para entrar al cerebro 
Uma chave para entrar no cérebro 
Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o(a) pesquisador(a)
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)
Auxílios à pesquisa
Bolsas no país
Bolsas no Exterior
Apoio FAPESP em números * Quantidades atualizadas em 30/07/2022
Colaboradores mais frequentes em auxílios e bolsas FAPESP
Contate o Pesquisador

Este canal da BV/FAPESP deve ser utilizado tão somente para mensagens, referentes aos projetos científicos financiados pela FAPESP.


 

 

 

 

Palavras-chave utilizadas pelo pesquisador
Por favor, reporte erros na informação da página do pesquisador escrevendo para: cdi@fapesp.br.
X

Reporte um problema na página


Detalhes do problema: