Busca avançada
Ano de início
Entree

Alline Cristina de Campos

CV Lattes ORCID Google Scholar Citations


Universidade de São Paulo (USP). Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP)  (Instituição-sede da última proposta de pesquisa)
País de origem: Brasil

Sou graduada em Farmácia pela Universidade Federal de Juiz de Fora (2005), mestre e doutora em Ciências Biológicas (Farmacologia) pela Universidade de São Paulo (2006-2011), com período sanduíche na Universidade Complutense de Madri (Espanha - 2009-2010). Realizei estágios de pós-doutoramento no Departamento de Infectologia e Medicina Tropical da Universidade Federal de Minas Gerais (2011-2013) e no Departamento de Biologia Molecular e Sinalização Neuronal no Instituto Max-Planck de Medicina Experimental na cidade de Göttingen- Alemanha (2014-2015). Em 2013, participei do programa de visitas de curto prazo da Boehringer Ingelheim Fonds no laboratório do Prof. Dr. Gerd Kempermann, no Centro de Terapias Regenerativas da cidade de Dresden-Alemanha. No ano de 2015, me juntei, como Professora Doutora, ao Departamento de Farmacologia da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto -USP onde lidero o laboratório de Farmacologia da (Neuro)plasticidade. Em nosso grupo de pesquisa estudamos os aspectos moleculares e bioquímicos da NEURO-REGENERAÇÃO no âmbito da neuropsicofarmacologia pois acreditamos que todos os transtornos neuropsiquiátricos possuem um componente neurodegenerativo. Nesse sentido, buscamos entender como nossas experiencias diárias, fatores ambientais (como o estresse), mudanças na microbiota intestinal e algumas doenças inflamatórias e infecciosas podem modular negativamente a neuroplasticidade (desde o neurodesenvolvimento, passando pela neurogênese adulta, cascatas intracelulares mediadoras de neuroproteção, o remodelamento dendrítico e a modulação neuroimunológica). Usamos abordagens experimentais in vitro, in vivo e translacionais para encontrar novos alvos para o tratamento de transtornos de ansiedade, depressão maior, transtorno do espectro autista e transtornos neurodegenerativos, como a doença de Alzheimer. Inserida no contexto da defesa do protagonismo feminino na ciência, fui uma das laureadas com o Prêmio Para Mulheres da Ciência em 2015 (L'oreal-UNESCO-ABC). Sou uma das idealizadoras do projeto de divulgação cientifica e protagonismo feminino, Virgínias da Ciência (www.virginiasdaciencia.com.br) (Fonte: Currículo Lattes)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o(a) pesquisador(a)
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)
Auxílios à pesquisa
Bolsas no país
Bolsas no Exterior
Apoio FAPESP em números * Quantidades atualizadas em 21/05/2022
Colaboradores mais frequentes em auxílios e bolsas FAPESP
Contate o Pesquisador

Este canal da BV/FAPESP deve ser utilizado tão somente para mensagens, referentes aos projetos científicos financiados pela FAPESP.


 

 

 

 

Palavras-chave utilizadas pelo pesquisador
Por favor, reporte erros na informação da página do pesquisador escrevendo para: cdi@fapesp.br.
X

Reporte um problema na página


Detalhes do problema: