Busca avançada
Ano de início
Entree
(Referência obtida automaticamente do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores.)

Effect of conventional and alternative products on postharvest disease control in avocados

Título (Português): EFEITO DE PRODUTOS CONVENCIONAIS E ALTERNATIVOS NO CONTROLE DE DOENÇAS PÓS-COLHEITA DO ABACATE
Texto completo
Autor(es):
Fischer, Ivan Herman [1] ; de Moraes, Matheus Froes [2] ; de Arruda Palharini, Maria Cecilia [1] ; Fileti, Mirian de Souza [3] ; Sodario Cruz, Juliana Cristina [1] ; Firmino, Ana Carolina [4]
Número total de Autores: 6
Afiliação do(s) autor(es):
[1] Agencia Paulista Tecnol Agronegocios, Polo Reg Ctr Oeste, Bauru, SP - Brazil
[2] FIB, BR-17056120 Bauru, SP - Brazil
[3] Agencia Paulista Tecnol Agronegocios, Polo Reg Ctr Oeste, Tech Support Search, Bauru, SP - Brazil
[4] Univ Estadual Paulista, Fac Ciencias Agr & Tecnol, Campus Expt Dracena, Dracena, SP - Brazil
Número total de Afiliações: 4
Tipo de documento: Artigo Científico
Fonte: Revista Brasileira de Fruticultura; v. 40, n. 1, p. -, 2018.
Citações Web of Science: 2
Resumo

ABSTRACT Postharvest diseases constitute a serious problem for avocado commercialization. Thus, the present study aimed to evaluate the effect of conventional and alternative products in controlling diseases affecting ‘Hass’ avocados in the field and in the postharvest by carrying out physicochemical characterization of fruits subjected to postharvest treatments. In the field, besides the management adopted by the farmer, seven products were sprayed three times during fruiting for evaluation. Postharvest products were diluted in water or in oxidized polyethylene wax and shellac. Water treatments with potassium phosphite, Soil-Set®, chlorine dioxide, thyme essential oil, sodium bicarbonate, lemon grass essential oil and thiabendazole reduced the incidence of diseased fruits, and anthracnose, the main disease, was controlled with sodium bicarbonate, lemon grass essential oil and thiabendazole. Greater soluble solids content was found for control (water), chlorine dioxide, acibenzolar-S-methyl and thiabendazole. For the products that reduced anthracnose, there was no correlation between the disease and the physicochemical parameters, evidencing that the disease control is not associated with delayed ripening. For wax treatments, diseases were not controlled, and the fruits presented lower titratable acidity with thyme essential oil, sodium bicarbonate, control (wax), acibenzolar-S-methyl and lemon grass essential oil. Control and thyme essential oil were highlighted for maintaining the green coloration of the fruit skin for the shortest period. Under field conditions, azoxystrobin, thiabendazole, difenoconazole+azoxystrobin and acibenzolar-S-methyl+azoxystrobin reduced the occurrence of diseased fruits, while anthracnose control was only obtained with azoxystrobin. (AU)

Resumo

RESUMO Um dos grandes problemas na comercialização de abacates é a incidência de doenças pós-colheita. Objetivou-se avaliar o efeito de produtos convencionais e alternativos no controle de doenças em abacates ‘Hass’, em condições de campo e em pós-colheita, realizando a caracterização físico-química nos frutos submetidos aos tratamentos pós-colheita. No campo, em adição ao manejo do produtor, foram avaliados sete produtos, pulverizados três vezes durante a frutificação. Os produtos em pós-colheita foram diluídos em água ou em cera de polietileno oxidada e goma laca. Os tratamentos em água com fosfito de potássio, Soil-Set®, dióxido de cloro, óleo essencial de tomilho, bicarbonato de sódio, óleo essencial de capim limão e tiabendazol reduziram a incidência de frutos doentes, sendo a antracnose, principal doença, controlada com bicarbonato de sódio, óleo essencial de capim limão e tiabendazol. Maior teor de sólidos solúveis foi constatado nos tratamentos água, dióxido de cloro, acibenzolar-S-metílico e tiabendazol. Os produtos que reduziram a antracnose não apresentaram correlação entre a incidência da doença com os parâmetros físico-químicos, evidenciando que o controle não está associado ao atraso no amadurecimento. Nos tratamentos em cera não ocorreu controle das doenças, sendo observado menor acidez titulável com óleo essencial de tomilho, bicarbonato de sódio, controle (cera), acibenzolar-S-metílico e óleo essencial de capim limão. Os tratamentos controle e óleo essencial de tomilho destacaram-se pela menor manutenção da coloração verde da casca dos frutos. Em condições de campo, os produtos azoxistrobina, tiabendazol, difenoconazol+azoxistrobina e acibenzolar-S-metílico+azoxistrobina, reduziram a ocorrência de frutos doentes, sendo que controle da antracnose ocorreu apenas com azoxistrobina. (AU)

Processo FAPESP: 14/11897-4 - Caracterização, epidemiologia e controle de doenças pós-colheita do abacate Hass
Beneficiário:Ivan Herman Fischer
Linha de fomento: Auxílio à Pesquisa - Regular