Busca avançada
Ano de início
Entree
(Referência obtida automaticamente do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores.)

Determining forest litter interception in an area of the Cerrado sensu stricto

Título (Português): Determinação da interceptação pela serrapilheira em área de Cerrado sensu stricto
Texto completo
Autor(es):
Lívia Malacarne Pinheiro Rosalem ; Jamil Alexandre Ayach Anache ; Edson Wendland
Número total de Autores: 3
Tipo de documento: Artigo Científico
Fonte: RBRH; v. 23, p. -, 2018.
Resumo

ABSTRACT Mainly due to the difficulty of directly measuring forest litter interception, many empirical studies on water balance in forests have disregarded this component. In order to assess the magnitude of forest litter interception in an area of the Cerrado s.s. , an estimate of the intercepted volume was made based on equations from two forest litter parameters (Cmax and Cmin) obtained from laboratory assays and monitoring the forest litter quantity. The estimates obtained from the litter interception for 2015 and 2016 were compared with the calculated values of evapotranspiration and internal precipitation of the study area. The total volume of litter interception corresponded on average to 13.4% of the internal precipitation and 8.5% of the total rainfall. Regarding the total annual evapotranspiration, the evaporation from the forest litter interception volume corresponded on average to 10.3% (122 mm) of this total. Forest litter interception for areas such as the Cerrado sensu stricto can have a significant impact on the water balance. This shows the need for directly measuring the forest litter interception, providing more accurate determinations of the rainfall partitioning in these forest areas. (AU)

Resumo

RESUMO Devido principalmente à dificuldade em medir diretamente a interceptação pela serrapilheira, muitos trabalhos empíricos sobre balanço hídrico em florestas têm desconsiderado essa componente. A fim de avaliar a magnitude da interceptação pela serrapilheira em uma área de Cerrado sensu stricto, foi realizada uma estimativa do volume interceptado a partir de equações de dois parâmetros da serrapilheira (Cmax e Cmin), obtidas a partir de ensaios em laboratório, e do monitoramento da quantidade de serrapilheira. As estimativas obtidas de interceptação pela serrapilheira para os anos de 2015 e 2016 foram comparadas com os valores calculados de evapotranspiração e de precipitação interna da área de estudo. O volume total interceptado pela serrapilheira correspondeu em média a 13,4% da precipitação interna e 8,5% da precipitação total. Em relação à evapotranspiração total anual, a evaporação do volume interceptado pela serrapilheira correspondeu em média a 10,3% (122 mm) desse total. A interceptação da serrapilheira para áreas como as de Cerrado sensu stricto pode ter impacto significativo no balanço hídrico. Isso evidencia a necessidade de medições diretas da interceptação pela serrapilheira, possibilitando determinações mais precisas da partição da precipitação nessas áreas florestais. (AU)

Processo FAPESP: 15/03806-1 - Disponibilidade hídrica e riscos de contaminação em áreas de afloramento do Sistema Aquífero Guarani
Beneficiário:Edson Cezar Wendland
Linha de fomento: Auxílio à Pesquisa - Programa BIOEN - Temático