Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo longitudinal dos marcadores metabólicos e fisiológicos no desenvolvimento da obesidade e síndrome metabólica em ratos alimentados com dieta hiperlipídica

Processo: 17/09602-4
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de junho de 2018 - 31 de maio de 2020
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Educação Física
Pesquisador responsável:Ana Cláudia Garcia de Oliveira Duarte
Beneficiário:Ana Cláudia Garcia de Oliveira Duarte
Instituição-sede: Centro de Ciências Biológicas e da Saúde (CCBS). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Pesq. associados:Fernanda de Freitas Anibal ; Sergio Mascarenhas Oliveira
Assunto(s):Metabolismo  Hipertensão  Obesidade  Pressão intracraniana 

Resumo

A obesidade é caracterizada pelo aumento de tecido adiposo e o estresse metabólicodecorrente desse evento favorece nesses tecidos inflamação local e sistêmica. Asprincipais citocinas envolvidas nesse processo aumentam as chances do aparecimentode resistência insulínica (RI), diabetes mellitus 2 (DM2), hipertensão arterial (HA),aumento da pressão intracraniana (PIC), doenças cardiovasculares (DCV) e SíndromeMetabólica (SM). Dentre as complicações metabólicas da obesidade, a DM2 écaracterizada por alterações na homeostase da glicose e secreção de insulina pelopâncreas, e ainda aumenta o risco de AVC por aumento da PIC e da HA. Neste sentido,ressalta-se a influência do exercício físico em modular o metabolismo muscular eregular os marcadores inflamatórios. Dentre as miocinas secretadas, a irisina além deexercer efeitos benéficos no metabolismo de glicose e lipídios, estimula a termogênese,lipólise e transdiferenciação de adipócitos brancos, entretanto nada se sabe sobre suaação na PIC e na HA. Dessa forma, os objetivos serão avaliar e caracterizar osmarcadores metabólicos e fisiopatológicos no desenvolvimento da obesidade e SM emratos alimentados com dieta hiperlipídica, e sua interferência nos parâmetros quemodificam a PIC, HA e modulam a expressão de irisina. Para tal, ratos Wistar receberãodieta hiperlipídica por 24 semanas para indução da obesidade. Assim, iremos determinarnesse modelo, o comportamento da irisina no desenvolvimento da obesidade e nainterferência do exercício físico de 8 semanas além de seu efeito na PIC e na HA. (AU)