Busca avançada
Ano de início
Entree

Tecnologias de biossensores e sistemas de liberação controlada baseadas em microagulhas para diagnóstico e tratamento de doenças

Processo: 22/14753-0
Modalidade de apoio:Auxílio à Pesquisa - Temático
Vigência: 01 de dezembro de 2023 - 30 de novembro de 2028
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Físico-química
Convênio/Acordo: Organização Holandesa para a Pesquisa Científica (NWO)
Pesquisador responsável:Wendel Andrade Alves
Beneficiário:Wendel Andrade Alves
Pesq. responsável no exterior: Marinus Isaäk de Jonge
Instituição no exterior: Radboud University Medical Center (Radboudumc), Holanda
Instituição Sede: Centro de Ciências Naturais e Humanas (CCNH). Universidade Federal do ABC (UFABC). Ministério da Educação (Brasil). Santo André , SP, Brasil
Pesquisadores principais:
Daniele Ribeiro de Araujo ; Silvia Beatriz Boscardin
Pesquisadores associados: Ana Cristina Honorato de Castro ; Ana Iochabel Soares Moretti ; Andrea Maria Aguilar ; Bernardus Hendrikus van Oorschot ; Cacilda da Silva Souza ; Daniela Santoro Rosa ; Dominique Mombrú ; Edecio Cunha Neto ; Guilherme Mattos Jardim Costa ; Helder Takashi Imoto Nakaya ; Johannes Petrus Maria Koenen ; Jorge Elias Kalil Filho ; Jose Eduardo Ulloa Rojas ; Lauro Tatsuo Kubota ; Lidia Maria de Andrade ; Mariano Romero Olivera ; Vivian Leite de Oliveira
Assunto(s):Técnicas biossensoriais  Liberação controlada de fármacos  Tratamento de doenças  Diagnóstico  Materiais  Agulhas 
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:antibody delivery | diagnosis | Immunosensors | Microneedles | therapy | Materiais

Resumo

As microagulhas (MNs) formam uma plataforma de administração de medicamentos segura e não invasiva para aplicações tópicas e sistêmicas. Biocompatibilidade, fácil aplicação, maior eficiência de liberação controlada e baixas concentrações necessárias estão entre os principais benefícios da tecnologia. Elas podem aumentar o acesso da população a terapias de ponta por meio da redução de custos e aumento do bem-estar, diagnóstico bem-sucedido, prognóstico e consequente adesão ao tratamento de pacientes com doenças crônicas devido à redução da dor, aumento do conforto e redução dos efeitos colaterais. Estudos recentes de membros desse consórcio mostraram como as propriedades mecânicas das MNs poliméricas afetam a liberação, melhorando a penetração e o fluxo de drogas hidrofílicas de uso tópico [Ref. 1]. Propomos explorar esta tecnologia desenvolvendo novas ferramentas de entrega transdérmica e como biossensor para o diagnóstico de doenças. Planejamos usar sistemas de MN poliméricas combinadas com anticorpos monoclonais para validar: (1) ferramentas de administração transdérmica para terapia de câncer de pele, administração de vacinas usando anticorpos monoclonais e terapias direcionadas para psoríase; (2) Ferramentas de biossensor transdérmico para detectar biomarcadores para prognóstico e diagnóstico de psoríase e doenças infecciosas através da construção de sistemas de sensores MN de ensaio eletroquímico de fluxo lateral. Neste consórcio, propomos explorar diferentes misturas de polímeros para criar construções personalizadas de MNs como abordagens inovadoras de tratamento para aplicações na saúde. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)