Busca avançada
Ano de início
Entree

Microdesenvolvimento do comportamento de quebra de cocos em macacos-prego

Processo: 04/06793-3
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de setembro de 2005 - 31 de agosto de 2006
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Zoologia - Comportamento Animal
Pesquisador responsável:Eduardo Benedicto Ottoni
Beneficiário:Eduardo Benedicto Ottoni
Instituição-sede: Instituto de Psicologia (IP). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Comportamento de utilização de ferramentas  Aprendizagem 

Resumo

Macacos-prego (Cebus apella) são proficientes manipuladores de objetos e utilizam espontaneamente pedras para quebrar cocos, tanto em cativeiro, quanto em campo. Trata-sé de um uso não-estereotipado de ferramentas, que necessita ser aprendido. Pesquisas anteriores já verificaram a ontogênese do comportamento manipulativo do macaco-prego, comparando estágios do desenvolvimento dos filhotes. O presente trabalho tem como objetivo aprofundar os conhecimentos a respeito da aquisição da quebra de cocos por meio do estudo do microdesenvolvimento deste comportamento. Pesquisas realizadas com a abordagem microdesenvolvimentista enfatizam a análise de "como" as mudanças ocorrem, ao contrário das pesquisas tradicionais, que enfatizam o estudo de "o que" muda no comportamento de um estágio para outro da vida dos indivíduos. Assim, os eventos de quebra de cocos serão filmados e esses registros serão utilizados para definir detalhes da aquisição deste comportamento, como suas características biomecânicas (velocidade do movimento, força aplicada) e a descrição dos erros realizados durante a quebra sem sucesso. Além disso, os registros de quebra serão utilizados para acompanhar como essas variáveis mudam ao longo do desenvolvimento dos filhotes. Com base nos nossos resultados, pretendemos também discutir as vantagens e desvantagens da abordagem microdesenvolvimentista para a pesquisa etológica. (AU)