Busca avançada
Ano de início
Entree

Associação entre polimorfismos em genes envolvidos no metabolismo do folato, metilação do DNA e risco materno para a síndrome de Down

Resumo

A síndrome de Down (SD) é a cromossomopatia humana mais frequente e, em 95% dos casos, é atribuída a trissomia livre do cromossomo 21 resultante da não disjunção meiótica materna. Estudos sugerem que a ocorrência da SD independente da idade materna está relacionada a hipometilação do DNA centromérico como consequência do metabolismo anormal do folato e, polimorfismos genéticos envolvidos nesta via metabólica têm sido apontados como fatores de risco materno para a síndrome. Além dos polimorfismos genéticos, deficiências de micronutrientes, tais como folato e vitamina B12, podem alterar os produtos resultantes da via metabólica do folato e resultar em hipometilação do DNA, instabilidade genômica e redução da capacidade de reparo DNA. Assim, este projeto tem como objetivo detectar e comparar o conteúdo global de metilação do DNA entre mães de indivíduos com SD e mães com filhos sem a síndrome, bem como avaliar a associação desta variável com os polimorfismos genéticos e concentrações circulantes de Hcy e MMA plasmáticos e folato sérico. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)