Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeito farmacológico dos taninos condensados extraídos de Stryphnodendron adstringens: ação antibiofilme de Candida albicans, imunomodulatória e antifúngica em modelo murino de candidíase vaginal

Processo: 13/11232-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de outubro de 2013 - 30 de setembro de 2015
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Microbiologia
Pesquisador responsável:Kelly Ishida
Beneficiário:Kelly Ishida
Instituição-sede: Instituto de Ciências Biomédicas (ICB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Pesq. associados:Carlos Pelleschi Taborda ; Celso Vataru Nakamura ; João Carlos Palazzo de Mello ; Sonia Rozental
Assunto(s):Micologia  Candidíase vulvovaginal  Candida albicans  Antifúngicos  Taninos  Stryphnodendron barbatimam  Imunomodulação 

Resumo

Candidíase vulvovaginal (CVV) é uma das infecções vaginal mais comum. De 50-75% das mulheres sofrem de CVV sintomática e 5% desenvolvem CVV recorrente. Cerca de 90% dos isolados de fluido vaginal são identificados como Candida albicans e a minoria dos casos são causados por Candida não-albicans. Muitos antifúngicos utilizados no tratamento da CVV disponíveis possuem inconvenientes como estreito espectro de ação e toxicidade. Embora poucas cepas resistentes aos antifúngicos tem sido isoladas de fluido vaginal, CVV continua sendo um problema comum e frequente em mulheres saudáveis ou imunocompetentes. A busca de novos agentes antifúngicos tem sido um desafio para os pesquisadores, e muitas plantas medicinais tem sido consideradas um excelente material de estudo. Stryphnodendron adstringens (Mart.) Coville, conhecido popularmente como "barbatimão", é uma planta frequentemente encontrada na região central do cerrado brasileiro. As cascas desta planta são usadas popularmente como agente anti-inflamatório e adstringente, no tratamento de feridas e infecções vaginais; e algumas atividades farmacológicas foram comprovadas cientificamente por meio de ensaios laboratoriais, incluindo atividade antifúngica. Em 2006, nosso grupo de pesquisa mostrou que taninos condensados presentes na subfração F2.4 obtida das cascas de S. adstringens apresentaram melhor atividade sobre cepas de C. albicans isolados de fluido vaginal com ação similar a nistatina. A subfração F2.4 interferiu na hidrofobicidade de superfície celular, aderência, formação de tubo germinativo, brotamentos e alterou a ultraestrutura da parede celular de C. albicans. Os efeitos inibitórios da subfração F2.4 foram atribuídos aos polímeros de proantocianidinas de unidades de prodelfinidina e prorobinetinidina e resíduo de ácido gálico com peso molecular médio de 2.114 Da. Para dar continuidade a avaliação da ação antifúngica de taninos condensados extraídos de cascas S. adstringens o presente projeto tem como objetivo verificar o efeito da fração F2 e subfração F2.4 sobre o biofilme de C. albicans e avaliar o uso terapêutico de formulação em gel de taninos condensados e o efeito imunomodulatório em modelo murino de candidíase vaginal. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
DUARTE DE FREITAS, ALINE LUIZA; KAPLUM, VANESSA; PEREIRA ROSSI, DIEGO CONRADO; ROQUE DA SILVA, LEANDRO BUFFONI; CARVALHO MELHEM, MARCIA DE SOUZA; TABORDA, CARLOS PELLESCHI; PALAZZO DE MELLO, JOAO CARLOS; NAKAMURA, CELSO VATARU; ISHIDA, KELLY. Proanthocyanidin polymeric tannins from Stryphnodendron adstringens are effective against Candida spp. isolates and for vaginal candidiasis treatment. Journal of Ethnopharmacology, v. 216, p. 184-190, APR 24 2018. Citações Web of Science: 5.
FARIA LUIZ, RAUL LEAL; MACHADO VILA, TAISSA VIEIRA; PALAZZO DE MELLO, JOAO CARLOS; NAKAMURA, CELSO VATARU; ROZENTAL, SONIA; ISHIDA, KELLY. Proanthocyanidins polymeric tannin from Stryphnodendron adstringens are active against Candida albicans biofilms. BMC COMPLEMENTARY AND ALTERNATIVE MEDICINE, v. 15, MAR 19 2015. Citações Web of Science: 19.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.