Busca avançada
Ano de início
Entree

O passeio Vernet, de Diderot: tradução com notas e aparato crítico (introdução e glossário)

Processo: 15/08867-9
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de outubro de 2015 - 30 de setembro de 2017
Área do conhecimento:Linguística, Letras e Artes - Letras - Teoria Literária
Pesquisador responsável:Flávia Cristina de Souza Nascimento Falleiros
Beneficiário:Flávia Cristina de Souza Nascimento Falleiros
Instituição-sede: Instituto de Biociências, Letras e Ciências Exatas (IBILCE). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de São José do Rio Preto. São José do Rio Preto , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):16/12054-6 - O Passeio Vernet, de Diderot. tradução com notas e aparato crítico (introdução e glossário), BP.TT
Assunto(s):Crítica de arte  Tradução  Literatura  Artes 

Resumo

O projeto aqui apresentado à FAPESP propõe a tradução integral de um pequeno texto do polígrafo iluminista Denis Diderot (1713-1784), intitulado La Promenade Vernet. Trata-se de um fragmento de cerca de sessenta páginas, contido num dos Salões de Diderot, aquele relativo à mostra de pintura realizada em 1767 no Salon Carré do Museu do Louvre. A Promenade Vernet versa sobre um dos pintores de predileção de Diderot, Joseph Vernet, paisagista autor de magníficas marinas e cenas urbanas, às vezes de inspiração algo orientalizante. É um trecho bastante longo considerando-se a íntegra do Salão de 1767 - ocupa 12,6% dele -, e tem uma indiscutível unidade, tanto que pode ser lido e comentado autonomamente. Além disso, é dotado de qualidades literárias excepcionais e de um grande interesse filosófico e estético, o que justifica que seja vertido para a língua portuguesa, na qual não dispõe de traduções. O Passeio Vernet interessará tanto aos estudiosos de teoria literária, quanto àqueles que se ocupam de filosofia (estética), ou ainda, os que se debruçam sobre a história da crítica da arte. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.