Busca avançada
Ano de início
Entree

Resolution: resilient systems for land use transportation

Processo: 15/50127-2
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Temático
Vigência: 01 de dezembro de 2015 - 30 de abril de 2018
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Ciência Política
Convênio/Acordo: ESRC, RCUK ; NWO
Pesquisador responsável:Eduardo Cesar Leão Marques
Beneficiário:Eduardo Cesar Leão Marques
Pesq. responsável no exterior: Michael Batty
Instituição no exterior: University College London (UCL), Inglaterra
Pesq. responsável no exterior: Joana Barros
Instituição no exterior: University of London, Inglaterra
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo, SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):17/17619-4 - Acessibilidade e segregação: construção de um modelo baseado em agentes para a Região Metropolitana de São Paulo, BP.TT
17/17498-2 - Acessibilidade e segregação: construção de um modelo baseado em agentes para a Região Metropolitana de São Paulo, BP.TT
17/16128-7 - Acessibilidade e segregação: construção de um modelo baseado em agentes para a Região Metropolitana de São Paulo, BP.TT
16/17368-9 - Construção de um banco de dados e aplicação de técnicas de análise espacial para a caracterização de padrões espaço-temporais de segregação e acessibilidade na Região Metropolitana de São Paulo, BP.TT
16/02196-8 - Políticas de transporte, acessibilidade e segregação: construção de um modelo baseado em agentes para a Região Metropolitana de São Paulo, BP.TT
Assunto(s):Metrópoles  Transporte urbano  Transporte de passageiros  Integração social  Políticas públicas 

Resumo

O projeto “Resolution” objetiva explorar o impacto do transporte na segregação social em São Paulo e Londres, cidades mundiais comparáveis em termos de população, área e densidade, tanto a nível municipal como metropolitano. Nas grandes cidades, grupos sociais classificados pela renda, classe e etnia manifestam diferenças extremas em termos de localização e quão acessíveis são para uma variedade de oportunidades de mobilidade, tal como se reflete na distribuição física dos recursos associados a diferentes sistemas de transporte. Estas duas cidades fornecem exemplos de segregação que nos permite usar os resultados de uma cidade para examinar a outra; os padrões de segregação no que diz respeito ao transporte são semelhantes, e em alguns sentidos, diferente dos outros. Isso proporciona uma oportunidade ideal para o trabalho comparativo sobre segregação usando conjuntos de dados valiosos para cada uma dessas cidades. Primeiramente serão construídos portais baseados em web que nos permitirão representar uma grande variedade de redes, fluxos e dados de atributos socioeconômicos. Esta etapa será realizada a partir da vasta experiência neste tipo de sistemas desenvolvidos pela CASA (ver www.maptube.org ; www.datashine.org.uk), e da transferência dessas ideias para São Paulo, com base nos seus próprios sistemas (www.fflch.usp.br/centrodametropole/en/). Será adicionado explicitamente o fator transporte em ambas as cidades objetivando o fornecimento de um fluxo de análises que informarão o desenvolvimento de modelos baseados em agentes capazes de simular como as mudanças nos sistemas de transporte são refletidas na mudança de padrões de segregação. Tais modelos serão construídos em estruturas pioneiras existentes em várias colaborações entre CASA, Birkbeck, CEM, UFABC e INPE. Os sistemas de dados e modelos construídos serão capazes de oferecer perspectivas de testes práticos de cenários alternativos de transporte na estrutura espacial úteis as políticas urbanas. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.