Busca avançada
Ano de início
Entree

Síntese da Pioglitazona, Rosiglitazona e Lobeglitazona em fluxo contínuo em microrreatores capilares

Processo: 17/12830-9
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de outubro de 2017 - 31 de julho de 2020
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Química - Tecnologia Química
Pesquisador responsável:Mauri Sergio Alves Palma
Beneficiário:Mauri Sergio Alves Palma
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Farmacêuticas (FCF). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Pesq. associados: Sylvio Jorge Hares Junior
Assunto(s):Síntese de fármacos  Reatores químicos  Microrreatores  Fluxo contínuo 

Resumo

Os microrreatores possibilitam excelente transferência de calor e de massa, altíssima relação superfície/volume com um escoamento laminar e pistonado. Vem sendo utilizados na síntese de fármacos em fluxo contínuo, criação de bibliotecas de compostos químicos com potencial farmacológico, síntese contínua em múltiplas etapas, particularmente para reações rápidas que envolvam muito calor, na intensificação de processos químicos e com reações químicas envolvendo produtos químicos muito perigosos, tóxicos ou explosivos. Algumas vantagens da síntese de fármacos em microrreatores são a redução drástica dos tempos de reação, devido à eliminação dos efeitos da mistura ineficiente, aumento do rendimento e seletividade das reações e redução da geração de resíduos. A Indústria Químico-Farmacêutica é a maior beneficiária desta nova tecnologia, pois os microrreatores podem gerar uma quantidade de compostos, com potencial farmacológico, várias ordens de grandeza maior do que no processo batelada tradicional, podem diminuir em anos o tempo para produção comercial de um novo fármaco e podem ser unidades industriais extremamente pequenas e compactas. O objetivo deste trabalho é utilizar um sistema de microrreatores para produzir os fármacos Pioglitazona (Actos®), Rosiglitazona (Avandia®) e Lobeglitazona (Duvie®) pela primeira vez em fluxo contínuo, determinar a cinética das reações intermediárias e determinar as melhores condições operacionais para cada síntese. Este projeto será desenvolvido em colaboração com os Profs. Till Opatz (Johannes Gutenberg-University Mainz, Alemanha) que forneceu as rotas de síntese dos fármacos, e Prof. Hans-Joerg Bart (Technical University of Kaiserslautern, Alemanha) que desenvolveu os processos de purificação dos produtos intermediários por extração líquido-líquido em micro extratores. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
SIGUEMOTO, ERICA S.; LEITE RECHE, LEANDRO; GUT, JORGE A. W.; PALMA, MAURI S. A. Residence Time Distribution of a Capillary Microreactor Used for Pharmaceutical Synthesis. CHEMICAL ENGINEERING & TECHNOLOGY, v. 43, n. 3 JAN 2020. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.