Busca avançada
Ano de início
Entree

O bilhar estadium dependente do tempo: aceleração de Fermi e o fenômeno de retardo de velocidade

Processo: 08/56959-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de março de 2009
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2011
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Física - Física Geral
Pesquisador responsável:Edson Denis Leonel
Beneficiário:André Luís Prando Livorati
Instituição-sede: Instituto de Geociências e Ciências Exatas (IGCE). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Rio Claro. Rio Claro , SP, Brasil
Assunto(s):Dinâmica não linear   Caos

Resumo

Neste projeto consideraremos a dinâmica clássica de uma partícula de massa m confinada ao interior de um bilhar clássico. Estudaremos o bilhar estadium com fronteiras dependentes do tempo. O principal objetivo deste trabalho é estudar o comportamento da velocidade média da partícula quando as fronteiras do bilhar são dependentes do tempo. É conhecido na literatura (J. Phys. A 33, 7973 (2000)) que se a dinâmica do sistema para fronteiras estáticas apresenta caos, então a introdução de uma perturbação temporal na fronteira é condição suficiente para se observar aceleração de Fermi. Esta aceleração de Fermi, que corresponde a ganho ilimitado de energia pela partícula foi observada para uma região de parâmetros de controle com caos global. Entretanto, resultados preliminares indicam que se o espaço de fase apresenta a propriedade mixed, dependendo das condições iniciais, pode-se inclusive observar o fenômeno de retardo de velocidade. (AU)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
LIVORATI, André Luís Prando. O bilhar stadium dependente do tempo : aceleração de Fermi e o fenômeno de retardo de velocidade. 2011. 63 f. Dissertação de Mestrado - Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" Instituto de Geociencias e Ciencias Exatas. Rio Claro.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.