Busca avançada
Ano de início
Entree

Análise quantitativa da transferência de funções de estímulos em classes de estímulos equivalentes reorganizadas e em classes formadas por rejeição

Processo: 10/09251-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de agosto de 2010
Vigência (Término): 31 de julho de 2013
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Psicologia - Psicologia Experimental
Pesquisador responsável:Júlio César Coelho de Rose
Beneficiário:João Henrique de Almeida
Instituição-sede: Centro de Educação e Ciências Humanas (CECH). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:08/57705-8 - Instituto de Estudos sobre Comportamento, Cognição e Ensino, AP.TEM
Assunto(s):Equivalência de estímulos   Transferência de função

Resumo

Questões acerca de como símbolos abstratos adquirem significado permanecem como enigmas intrigantes para as ciências comportamentais e cognitivas. O paradigma da equivalência de estímulos tem sido considerado como um modelo adequado para o estudo do comportamento simbólico em laboratório. Recentemente, questões sobre aquisição e transferência de significado têm sido investigadas mediante a análise quantitativa da transferência de função entre estímulos equivalentes, utilizando o Diferencial Semântico. Neste projeto serão realizados dois estudos com esta natureza. No Estudo 1, será avaliada de forma quantitativa a transferência de função em classes de estímulos equivalentes reorganizadas. Para tanto, 45 estudantes serão distribuídos em três diferentes grupos sendo expostos a procedimentos de emparelhamento com o modelo, visando a formação de três classes de estímulos equivalentes com quatro estímulos. Durante este procedimento serão atribuídas funções aos estímulos destas classes, uma vez que os estímulos do cojunto A serão expressões faciais (alegre, neutra e raivosa). Em diferentes momentos para cada um dos grupos, os estímulos serão avaliados com a utilização do Diferencial Semântico. Outros 30 estudantes irão compor o grupo controle, avaliando também os estímulos, contudo sem aprenderem nenhum tipo de relação condicional entre eles. No Estudo 2, será investigada quantitativamente a transferência de função em classes de estímulos equivalentes formadas a partir de um procedimento que favoreça o controle por rejeição. Neste estudo 16 estudantes serão submetidos ao treino de discriminações condicionais para formação de duas classes com quatro estímulos. Os procedimentos de dica atrasada e de enviesamento serão utilizados para que seja favorecido o controle por rejeição. Posteriormente será emparelhado um vídeo apenas ao estímulo A1. Por fim, os estímulos serão avaliados com o instrumento do Diferencial Semântico sendo que 8 estudantes analisarão os estímulos C (C1 e C2) e os outros 8 analisarão os estímulos D (D1 e D2). Da mesma forma que no primeiro estudo, 30 estudantes irão compor um grupo controle neste estudo, sem que sejam submetidos à aprendizagem de relações condicionais. Espera-se, basicamente, com esses estudos contribuir com dados acerca da transferência de função em classes reorganizadas e sob controle por rejeição.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
PEREZ, WILLIAM FERREIRA; DE ALMEIDA, JOO HENRIQUE; DE ROSE, JULIO C. Transformation of Meaning Through Relations of Sameness and Opposition. PSYCHOLOGICAL RECORD, v. 65, n. 4, p. 679-689, DEC 2015. Citações Web of Science: 6.
DE ALMEIDA, JOAO H.; DE ROSE, JULIO C. Changing the Meaningfulness of Abstract Stimuli by the Reorganization of Equivalence Classes: Effects of Delayed Matching. PSYCHOLOGICAL RECORD, v. 65, n. 3, p. 451-461, SEP 2015. Citações Web of Science: 9.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.