Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação da superexpressão das proteínas TMPRSS2 e ERG e a fusão gênica TMPRSS2:ERG em portadores de câncer prostático

Processo: 11/14934-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de março de 2012
Vigência (Término): 31 de outubro de 2013
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina
Pesquisador responsável:Silvana Gisele Pegorin de Campos
Beneficiário:Flávia Coltri Eguchi
Instituição-sede: Hospital do Câncer de Barretos. Fundação Pio XII (FP). Barretos , SP, Brasil
Assunto(s):Imuno-histoquímica   Neoplasias da próstata   Radioterapia   Oncologia   Reação em cadeia por polimerase (PCR)

Resumo

Na Fundação Pio XII Hospital de Câncer de Barretos adentram anualmente centenas de pacientes diagnosticados com câncer prostático e estes são subdivididos em dois grandes grupos de tratamento após o diagnóstico: os que são submetidos à prostatectomia radical e os que são encaminhados para a radioterapia com intenção curativa. Esta, sozinha ou em combinação com cirurgia e quimioterapia, é um importante método de tratamento de câncer, mas reações adversas desenvolvidas no tecido normal co-irradiado podem ser prejudiciais ao paciente. Marcadores genéticos capazes de auxiliar na identificação de hiper-sensibilidade, por exemplo, são importantes para evitar efeitos colaterais adversos e se conduzir um melhor curso clínico. Recentemente, as fusões entre o gene TMPRSS2 (serino-protease transmembrânica do tipo II) e os genes codificadores de fatores ETS (erythroblastosis virus E26 transforming sequence; ERG, ETV1, ETV4 e ETV5) foram descobertos em câncer de próstata. A fusão mais comum, a TMPRSS2:ERG está presente em aproximadamente 50% dos tumores prostáticos e resulta em superexpressão da proteína ERG. Estudos atuais associam estes eventos com recorrência bioquímica de PSA após tratamento, estágios tumorais agressivos e doença prostática metastática. Entretanto, poucos são os dados correlacionando a presença da fusão com a resposta à radioterapia. Estes elementos emergem como potenciais biomarcadores genéticos específicos que poderão ser utilizados para a detecção precoce, diagnóstico e resposta a terapia em câncer prostático. Baseado nestas informações o objetivo do presente estudo será avaliar a presença de superexpressão das proteínas TMPRSS2 e ERG e a fusão dos genes TMPRSS2:ERG em um grupo de pacientes portadores de câncer prostático submetidos ao tratamento de radioterapia e um grupo submetido à prostatectomia radical e correlacionar esses eventos específicos com a resposta individual ao tratamento.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
EGUCHI, FLAVIA C.; FARIA, ELINEY F.; SCAPULATEMPO NETO, CRISTOVAM; LONGATTO-FILHO, ADHEMAR; ZANARDO-OLIVEIRA, CLEYTON; TABOGA, SEBASTIAO R.; CAMPOS, SILVANA G. P. The role of TMPRSS2:ERG in molecular stratification of PCa and its association with tumor aggressiveness: a study in Brazilian patients. SCIENTIFIC REPORTS, v. 4, JUL 10 2014. Citações Web of Science: 9.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.