Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação da função renal de cães com erliquiose naturalmente adquirida, com enfoque nas excreções urinárias de sodio e proteína e suas correlações com a homeostase, apresentação clínica e evolução

Processo: 11/03548-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de março de 2012
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2013
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Clínica e Cirurgia Animal
Pesquisador responsável:Marileda Bonafim Carvalho
Beneficiário:Marcelo Augusto Moraes Koury Alves
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias (FCAV). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Jaboticabal. Jaboticabal , SP, Brasil
Assunto(s):Proteinuria   Função renal   Cães

Resumo

A erliquiose canina, doença causada pela Ehrlichia canis transmitida pelo carrapato Rhipicephalus sanguineus, é responsável por perda da qualidade de vida e morte de cães. A enfermidade é endêmica na maioria das regiões do mundo e motivo de investigação científica em muitos países. Embora existam muitos avanços nos estudos sobre a patogenia e diagnóstico etiológico da enfermidade, pouco é conhecido sobre o acometimento renal e suas implicações nas diferentes fases da erliquiose. O presente projeto tem como escopo caracterizar clinicamente alguns aspectos da função renal de cães com erliquiose naturalmente adquirida. Serão avaliados 30 cães adultos, sem distinção de sexo ou de raça, distribuídos em 2 grupos, sendo um de 20 animais positivos para erliquiose e outro de 10 cães normais, que venham a ser atendidos pelo Serviço de Nefrologia e Urologia Veterinária e Serviço de Clínica Médica de Pequenos Animais do Departamento de Clínica e Cirurgia da UNESP - campus de Jaboticabal. Os grupos serão formados por cães com resultados positivos (grupo de doentes) ou negativos (grupo de cães sadios) para erliquiose com base nos testes de sorologia e nPCR e na apresentação clínica. Todos os candidatos serão testados sorologicamente para infecção por Babesia canis e Leptospira spp, sendo excluídos os positivos. Os objetivos específicos incluem caracterização clínica e laboratorial da erliquiose antes, durante e após tratamento em combinação com a avaliação de parâmetros relacionados direta e indiretamente à função renal dos pacientes - pressão arterial sistêmica, concentrações séricas de ureia, creatinina, proteína total, albumina e sódio, achados da urinálise, excreção urinária de proteína e excreção fracionada de sódio. As possíveis influências e correlações entre os fatores que caracterizam clínica e laboratorialmente a erliquiose nos cães com os parâmetros direta ou indiretamente relacionados à função renal, antes durante e após tratamento convencional, serão analisados estatisticamente.

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
ALVES, Marcelo Augusto Moraes Koury. Erliquiose monocítica canina subclínica, naturalmente adquirida : diagnóstico, aspectos clínico-laboratoriais, envolvimento renal e evolução com o tratamento. 2013. Dissertação de Mestrado - Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.