Busca avançada
Ano de início
Entree

Caracterização de mecanismos envolvidos na rápida regulação de POMC em resposta à dieta hiperlipídica

Processo: 14/00742-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de agosto de 2014
Vigência (Término): 31 de maio de 2018
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Fisiologia - Fisiologia de Órgãos e Sistemas
Pesquisador responsável:Licio Augusto Velloso
Beneficiário:Daniela Soares Razolli
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Médicas (FCM). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:13/07607-8 - CMPO - Centro Multidisciplinar de Pesquisa em Obesidade e Doenças Associadas, AP.CEPID
Bolsa(s) vinculada(s):16/23271-8 - Caracterização de mecanismos envolvidos na rápida regulação de POMC em resposta à dieta hiperlipídica, BE.EP.PD
Assunto(s):Ácidos graxos   Hipotálamo   Obesidade

Resumo

A obesidade decorre da associação entre fatores genéticos, metabólicos, hormonais e ambientais. Uma vez estabelecida, favorece o aparecimento de resistência à insulina, doenças cardiovasculares, hipertensão, dislipidemia e alguns tipos de câncer, impactando na qualidade devida e nas taxas de mortalidade da população. Por proporcionar gastos elevados à saúde pública e por acometer cerca de 500 milhões de indivíduos no mundo, a obesidade é um dos maiores fenômenos clínico-epidemiológicos da atualidade. Estudos desenvolvidos nos últimos dez anos revelaram que ácidos graxos saturados se ligam a receptores específicos e ativam vias de sinalização celular envolvidas com a expressão de mediadores inflamatórios, estresse de retículo endoplasmático e apoptose de neurônios hipotalâmicos que participam do controle da ingestão alimentar e gasto energético. Ainda, prejudicam a sinalização intestino-cérebro e a secreção de peptídeos gastrointestinais. O consumo de dieta rica em gordura saturada promove inflamação hipotalâmica e prejudica a sinalização anorexigênica dos hormônios leptina e insulina, favorecendo o ganho de peso. Dados recentes de nosso laboratório revelaram que o distúrbio na sinalização de neurônios hipotalâmicos em camundongos propensos ao desenvolvimento da obesidade induzida por dieta ocorre já nas primeiras horas após a oferta de dieta rica em ácidos graxos saturados (resultados em via de publicação obtidos no projeto FAPESP 2011/50514-5).Tais dados revelam que a disfunção nesses circuitos neurais precede o ganho de peso e o estabelecimento de um estado de inflamação crônica. Entretanto, os mecanismos responsáveis pela disfunção neuronal hipotalâmica precoce ainda não foram esclarecidos. Este projeto tem por objetivo identificar os mecanismos geradores da perda da homeostase energética. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Estudo feito na Unicamp permite traçar o roteiro da obesidade 
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.