Busca avançada
Ano de início
Entree

Implante coclear bilateral simultâneo em crianças pré-linguais: um estudo eletrofisiológico das funções corticais e percepção auditiva da fala

Processo: 16/23313-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de setembro de 2017
Vigência (Término): 30 de abril de 2019
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Fonoaudiologia
Pesquisador responsável:Orozimbo Alves Costa Filho
Beneficiário:Simone Fiuza Regaçone
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia de Bauru (FOB). Universidade de São Paulo (USP). Bauru , SP, Brasil
Assunto(s):Audiologia   Percepção da fala   Plasticidade neuronal   Potenciais evocados auditivos   Implante da cóclea   Crianças

Resumo

O implante coclear bilateral passou a ser considerado na reabilitação do paciente com deficiência auditiva bilateral de grau severo ou profundo devido a principal queixa dos usuários de implante coclear unilateral, ou seja, a dificuldade de percepção auditiva da fala, uma função relacionada a binauralidade. Contudo, ainda restam questionamentos relevantes, mesmo que realizado da forma simultânea, sendo necessário compreender como o sistema auditivo responde à estimulação elétrica bilateral após um período de privação sensorial. Também há poucas evidências científicas sobre o assunto na literatura internacional, e na específica nacional não foram encontrados estudos abordando essa temática. O objetivo deste estudo será caracterizar os componentes do potencial evocado auditivo cortical e o desenvolvimento das habilidades auditivas de crianças usuárias de implante coclear bilateral simultâneo, nos primeiros dois anos de uso dos dispositivos. Participarão deste estudo 15 crianças com perda auditiva sensorioneural bilateral, submetidas à cirurgia de implante coclear bilateral simultâneo. A pesquisa dos potenciais evocados auditivos corticais será realizada com o estímulo de fala/da/, apresentado em campo livre, e nos participantes que atingirem um escore de pelo menos 50% na prova 6 do GASP será aplicado o teste de percepção auditiva da fala no ruído PINT Brasil. Também serão aplicados com os pais ou responsáveis o questionário de avaliação do desenvolvimento auditivo - LittlEars, a escala de integração auditiva significativa para crianças pequenas IT - MAIS, e o questionário de avaliação da linguagem oral (adaptado da Meaningful use of speech scales - MUSS). Este estudo será realizado em dois momentos diferentes de avaliação dentro dos dois primeiros anos de uso dos dispositivos eletrônicos, de acordo com a rotina de acompanhamento. Os registros serão analisados pela pesquisadora durante a pesquisa dos potenciais evocados auditivos corticais posteriormente, por um juiz atuante na área de eletrofisiologia da audição. Os testes de Kappa e Coeficiente de Correlação Interclasses serão utilizados para verificar a concordância entre as análises dos avaliadores. O teste de normalidade de Kolmogorov-Smirnov será utilizado para verificar a distribuição das diferenças, a fim de determinar se serão utilizados testes paramétricos ou não paramétricos. Será realizada a comparação dos valores de latência e amplitude dos componentes corticais auditivos do complexo P1-N1-P2, além da correlação com a percepção auditiva da fala e desenvolvimento das habilidades auditivas. Espera-se com este estudo construir conhecimentos acerca do sistema auditivo com privação sensorial frente a estimulação elétrica bilateral, com impacto na percepção auditiva da fala, nos proporcionando compreender se existe uma idade ou período mais sensível para indicação do implante bilateral simultâneo em que o usuário apresentaria desenvolvimento semelhante ao observado em crianças com audição normal. (AU)