Busca avançada
Ano de início
Entree

Fertilizante biochar em cana-de-açúcar - entendendo efeitos residuais

Processo: 18/09464-3
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de agosto de 2018
Vigência (Término): 31 de julho de 2019
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Ciência do Solo
Pesquisador responsável:Henrique Coutinho Junqueira Franco
Beneficiário:Bernardo Melo Montes Nogueira Borges
Supervisor no Exterior: Saran Sohi
Instituição-sede: Centro Nacional de Pesquisa em Energia e Materiais (CNPEM). Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (Brasil). Campinas , SP, Brasil
Local de pesquisa : University of Edinburgh, Escócia  
Vinculado à bolsa:16/13813-8 - Caracterização, produção e avaliação de biofertilizante organomineral a base de palha de cana-de-açúcar pirolisada, BP.PD
Assunto(s):Fertilidade do solo   Carbono no solo   Oxidação

Resumo

Complementar à atual bolsa de pós-doutorado da FAPESP (2016 / 13813-8), apresentamos uma proposta para um estágio de pesquisa no exterior na School of GeoSciences, localizada na University of Edinburgh, que abriga o UK Biochar Research Center (UKBRC). De acordo com o Dr. Saran Sohi, nós aqui propomos atividades que abordam dois pilares da compreensão, em relação à função do biochar em solos tropicais. Está incorporado na comunidade científica que as tecnologias de biochar oferecem sequestro de carbono (C) a longo prazo, juntamente com benefícios agronômicos. A compreensão mecanicista da resposta relacionada a nutrientes de culturas tropicais em solos intemperizados permanece limitada, da mesma forma, os efeitos do biochar residual no solo a longo prazo. Propomos avaliar a dinâmica de vários processos de envelhecimento em fertilizantes biochar. Estes dizem respeito a processos de oxidação, a utilização de carbono lábil e os efeitos da lixiviação de biochar no pH do solo. Aplicaremos os métodos de envelhecimento acelerado previamente definidos em Edimburgo para comparar a via de degradação de C, aplicando formas estáveis e mais típicas. Os métodos serão aplicados ao adubo biochar e à palha da cana devido as mudanças no curto prazo, observadas diretamente no projeto 2016 / 13813-8. O destino do C lábil será avaliado em conjunto com o potencial de priming effect do biochar. O fertilizante Biochar da palha da cana-de-açúcar possui uma composição isotópica que reflete a via C4. Será aplicado a solos contendo carbono apenas de plantas C3. O potencial de priming é então estabelecido pela composição do fluxo de CO2. Em resumo, o projeto aborda um elo perdido no projeto original, o que nos permitirá fechar o ciclo dos efeitos de curto e longo prazo do biochar na distribuição de nutrientes versus estoques de carbono orgânico do solo, ciclagem de nutrientes e produtividade.

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.