Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação de BCG expressando o adjuvante LTAK63 em um modelo de camundongo humanizado como vacina terapêutica para Tuberculose

Processo: 19/06454-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de julho de 2019
Vigência (Término): 30 de junho de 2021
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Imunologia - Imunologia Aplicada
Pesquisador responsável:Luciana Cezar de Cerqueira Leite
Beneficiário:Monalisa Martins Trentini
Instituição-sede: Instituto Butantan. Secretaria da Saúde (São Paulo - Estado). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Adjuvantes   Vacina BCG   Vacinas contra a tuberculose   Resultado do tratamento   Mycobacterium tuberculosis   Modelos animais

Resumo

Acredita-se que um terço da população esteja infectada com o bacilo causador da Tuberculose (TB), o Mycobacterium Tuberculosis (Mtb). Apesar de enormes esforços realizados, a TB ainda permanece como um grande problema de saúde mundial, devido às milhões de mortes associados a essa doença. Assim, várias estratégias são em desenvolvimento visando tanto um melhor diagnóstico, como tratamento e prevenção mais eficientes para a TB. A utilização de vacinas no tratamento de doenças tem em vista auxiliar a quimioterapia, reduzindo o tempo de uso de antibióticos. Devido à forte indução de células inflamatórias, o BCG (Bacille Calmette-Guerin) tem sido bastante utilizada na imunoterapia de algumas doenças, como Câncer de Bexiga. BCG também tem sido considerada eficaz para o tratamento de asma, pela alta indução de IFN-³ e IL-2. No entanto, vacinas de BCG recombinante ainda não foram investigadas para o tratamento da TB. Nesse sentido, nosso grupo de pesquisa desenvolveu uma vacina de BCG recombinante que expressa o adjuvante LTAK63 (rBCG-LTAK63), que foi capaz de induzir uma elevada resposta Th1 e Th17, além de altos níveis de TGF-² após o desafio, culminando na proteção de camundongos desafiados com Mtb. Portanto, este trabalho tem como objetivo investigar a rBCG-LTAK63 para o tratamento de TB. Será caracterizada a indução de resposta imune nos pulmões de camundongos em modelos de infecção de TB ativa ou latente reativada, e investigada a eficácia na redução da infecção. Além disso, tanto a resposta imune como a eficácia do tratamento utilizando a vacina rBCG-LTAK63 será avaliada em um modelo utilizando camundongos humanizados, mimetizando a progressão da infecção e tratamento que poderia ocorrer no ser humano. (AU)