Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação da aplicabilidade, segurança, tolerabilidade e aceitabilidade do sistema de realidade virtual imersiva (COGMIS) para treinamento cognitivo motor de idosos

Processo: 19/09751-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de fevereiro de 2020
Vigência (Término): 31 de janeiro de 2021
Área do conhecimento:Interdisciplinar
Pesquisador responsável:José Eduardo Pompeu
Beneficiário:Izaura Beatriz Araújo Novais Silva
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FM). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Fisioterapia   Realidade virtual   Jogos de computador   Desempenho motor   Controle postural   Idosos   Processos cognitivos   Inquéritos e questionários

Resumo

Estudos recentes mostram que o uso de videogames comerciais pode ser tão eficaz para diminuição do risco e incidência de quedas em idosos quanto o tratamento fisioterapêutico convencional. No entanto, esses jogos comerciais são não imersivos e não foram desenvolvidos especificamente para a população idosa. Acreditamos que um jogo imersivo com demandas cognitivas, sensoriais e motoras desenvolvido especificamente para idosos possa promover efeitos superiores aos dos videogames comerciais. Neste contexto, nosso grupo está desenvolvendo o Sistema COGMIS - Cognitive-Motor Immersive System, ferramenta específica para reabilitação cognitivo-sensório-motora com foco no treinamento do controle postural e prevenção de quedas em idosos. Objetivo: O objetivo do presente estudo é desenvolver e analisar a aplicabilidade, segurança, tolerabilidade e aceitabilidade do COGMIS em jovens e idosos. Método: Na primeira fase do estudo serão recrutados 6 fisioterapeutas especialistas em fisioterapia geriátrica e gerontológica, com no mínimo dois anos de experiência na área. Os fisioterapeutas irão testar o sistema e realizar uma avaliação qualitativa da aplicabilidade do mesmo através do "Questionário e entrevista de avaliação dos fisioterapeutas" indicando possíveis ajustes nas tarefas e demais funcionalidades do jogo. Após os ajustes apontados por esses profissionais, será realizada a segunda fase do estudo, na qual serão recrutados 20 adultos jovens de ambos os sexos, com idade entre 18 a 40 anos. Os participantes do estudo responderão a questionários para a caracterização da amostra, contendo dados sociodemográficos, sobre o uso de tecnologia, a percepção que tiveram do sistema e ocorrência de possíveis eventos adversos, entre outros. Em seguida, participarão de uma sessão de familiarização do sistema com duração de 10 minutos. Os dados sobre segurança, tolerabilidade e aceitabilidade serão coletados após a utilização do Sistema COGMIS através do "Questionário de desconforto pós realidade virtual" e do "Questionário de satisfação" e analisados para verificar a necessidade de ajustes adicionais no jogo antes do recrutamento dos idosos. Após os eventuais ajustes,partiremos para a terceira fase na qual serão recrutados 20 idosos com idade entre60 e 80 anos, de ambos os sexos, sem comprometimento cognitivo, sem histórico de quedas ou alterações vestibulares. Os idosos responderão a questionários paraa caracterização da amostra, e em seguida irão participar de uma sessão de 10minutos de familiarização com o jogo, e logo após o uso responderão aos mesmos questionários respondidos pelos jovens para avaliar segurança, tolerabilidade e aceitabilidade do Sistema. A caracterização da amostra será realizada por meio da Escala Cognitiva de Montreal (jovens e idosos), Escala de Depressão Geriátrica(GDS-15, somente para os idosos), Questionário Internacional de Atividade Física (IPAQ, jovens e idosos), Índice de Comorbidade de Charlson (jovens e idosos),Timed Up and Go Test (TUG, somente para os idosos) e Questionário de uso de tecnologia (jovens e idosos). Análise estatística: Os dados sociodemográficos dos participantes serão apresentados por meio das estatísticas descritivas média, mediana, intervalo interquartis, desvio padrão e intervalo de confiança de 95%. As respostas dos questionários dos jovens e idosos serão apresentadas em valores absolutos e relativos. A comparação da aplicabilidade, segurança, tolerabilidade e aceitabilidade entre os participantes jovens e idosos será realizada por meio do Teste de Mann-Whitney e o Teste Qui-quadrado. Será adotado alfa de 0,05 como o nível de significância.