Busca avançada
Ano de início
Entree

Desvendando o aparato molecular envolvido no processo de formação de carapaça em tecamebas (Amoebozoa:Arcellinida)

Processo: 19/22692-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de junho de 2020
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2023
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Zoologia
Pesquisador responsável:Daniel José Galafasse Lahr
Beneficiário:Alfredo Leonardo Porfirio de Sousa
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Evolução molecular   Amoeba   Transcriptômica   Filogenia   Imuno-histoquímica

Resumo

O surgimento de novidades evolutivas é uma questão central na biologia evolutiva. Até recentemente, uma escassez de dados moleculares e ferramentas bioinformáticas prejudicaram o estudo da origem e evolução destas novidades. Atualmente, com o avanço da biologia molecular e da bioinformática, vários trabalhos propuseram os processos evolutivos subjacentes à origem e evolução de novidades. A carapaça (teca) é uma novidade evolutiva em Arcellinida (Amoebozoa), um dos grupos de amebas tecadas dos Eucariontes. Atualmente, nossa compreensão da concha de Arcellinida como uma novidade evolutiva é prejudicada, uma vez que o aparato molecular envolvido no processo de formação da concha (tecagênese) é desconhecido. Aqui, propomos combinar transcriptômica, filogenética e imunocitoquímica para estudar o aparato molecular envolvido na formação de carapaças e sua história evolutiva; nosso objetivo é preencher a lacuna existente entre a descrição morfo-citológica e os dados moleculares da tecagênese em Arcellinida. Por fim, nosso objetivo é estabelecer a carapaça de Arcellinida como um modelo para estudar novidades evolutivas e propor a abordagem aplicada no presente projeto para outras linhagens de amebas tecadas. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa: