Busca avançada
Ano de início
Entree

Secagem de extratos de Hymenaea Courbaril em leito de jorro: desenvolvimento tecnológico e avaliação da atividade antioxidante e antimicrobiana

Processo: 09/10362-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de outubro de 2009
Vigência (Término): 30 de setembro de 2010
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Química - Operações Industriais e Equipamentos para Engenharia Química
Pesquisador responsável:Wanderley Pereira Oliveira
Beneficiário:Fabiana Fregonesi
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto (FCFRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Bioatividade   Leito de jorro   Secagem

Resumo

O objetivo deste trabalho é o desenvolvimento tecnológico de formas farmacêuticas sólidas obtidas a partir de soluções extrativas de partes aéreas e de cascas do caule de Hymenaea courbaril (jatobá), empregando-se o processo leito de jorro na etapa de secagem. As folhas e a casca desta espécie vegetal possuem compostos fenólicos e terpenos, aos quais são atribuídas propriedades antifúngicas, antibacterianas e moluscicidas. Os fenóis dão origem aos taninos, substâncias polifenólicas, que possuem atividades antioxidantes, adstringentes e cicatrizantes (FERNANDES, 2006). O estudo tem inicio com a avaliação do processo de extração dos compostos bioativos presentes na matéria prima vegetal. Diferentes métodos de extração (maceração dinâmica, soxhlet, ultra-som) e sistemas solventes (água, etanol, misturas etanol:água, entre outros) serão avaliados na obtenção de extratos bioativos de jatobá. A qualidade dos extratos obtidos será avaliada pela quantificação de marcadores químicos por espectrofotometria (polifenóis e taninos totais) e através de ensaios de atividade antioxidante e antimicrobiana. As soluções extrativas selecionadas serão submetidas à secagem em leito de jorro, investigando-se diversas combinações de parâmetros de secagem e adjuvantes de secagem sobre o desempenho do equipamento e propriedades físico-químicas do produto. Ensaios de atividade antioxidante e antimicrobiana serão realizados para os extratos secos obtidos em condições otimizadas.