Busca avançada
Ano de início
Entree

Tricomas em Utricularia (Lentibulariaceae) com implicações sistemáticas

Processo: 10/10714-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de setembro de 2010
Vigência (Término): 31 de agosto de 2011
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Botânica - Morfologia Vegetal
Pesquisador responsável:Vitor Fernandes Oliveira de Miranda
Beneficiário:Saura Rodrigues da Silva
Instituição-sede: Pró-Reitoria de Pesquisa, Pós-Graduação e Extensão. Universidade de Mogi das Cruzes (UMC). Mogi das Cruzes , SP, Brasil
Assunto(s):Utricularia   Plantas carnívoras   Sistemática   Botânica (classificação)

Resumo

O gênero Utricularia compreende cerca de 35% das espécies de plantas carnívoras ocorrentes em diversos habitats, apresentando alta plasticidade fenotípica e especialização nutricional. As espécies se distribuem por todo o globo, muitas delas na América do Sul, principalmente no Brasil (cerca de 70 spp.). Os utrículos, uma das mais complexas estruturas morfológicas e fisiológicas adaptadas à carnivoria, são estruturas diagnósticas para Utricularia, os quais não são satisfatoriamente compreendidos. Possuem diversos tipos de tricomas, que participam na atração, captura, digestão e absorção de nutrientes provenientes de suas presas, sendo estes também utilizados como caracteres importantes para a circunscrição e delimitação de táxons infragenéricos. Todavia a maior parte dos tricomas utriculares não foi descrita para diversos táxons, sendo que poucos estudos avaliaram as implicações sistemáticas das estruturas epidérmicas. Considerando as espécies Neotropicais, em particular as endêmicas ao Brasil, as pesquisas são praticamente inexistentes. Sendo assim, este estudo tem como objetivo principal caracterizar morfologicamente os tricomas dos utrículos (vesículas adaptadas à carnivoria) de 20 espécies de Utricularia de 12 seções, incluindo espécies endêmicas e não-endêmicas, a fim de encontrar caracteres para a aplicação à sistemática infragenérica. (AU)