Busca avançada
Ano de início
Entree

Desenvolvimento e avaliação de uma interface para acoplamento de SPME com métodos de separação de alta eficiência em fase condensada (HPLC e CE) na aplicação de monitorização terapêutica com antidepressivos

Processo: 01/11997-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de março de 2002
Vigência (Término): 29 de fevereiro de 2004
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Química Analítica
Pesquisador responsável:Emanuel Carrilho
Beneficiário:Marcelo Delmar Cantú
Instituição-sede: Instituto de Química de São Carlos (IQSC). Universidade de São Paulo (USP). São Carlos , SP, Brasil
Assunto(s):Eficácia (saúde pública)   Fármacos   Antidepressivos   Farmacocinética

Resumo

A monitorização terapêutica (TDM) tem sido descrita como um valioso recurso clínico, pois permite a individualização do regime de dosagem de acordo com a concentração do fármaco e/ou de seus produtos de biotransformação em amostras de plasma coletadas com base no contexto clínico e nos princípios da farmacocinética. O objetivo da monitorização terapêutica é garantir a eficácia e minimizar os efeitos adversos dos fármacos indicados na clínica, A TDM é uma técnica de alta relevância para fármacos como os antidepressivos, os quais apresentam alta variabilidade interindividual na farmacocinética e resposta clínica não facilmente ou não imediatamente mensurável. Os métodos analíticos convencionais, empregados no processo de extração de antidepressivos em amostras de plasma, para posteriores análises por técnicas cromatográficas, têm sido a precipitação de proteínas com acetonitrila, extração líquido-líquido (LLE) e extração em fase sólida (SPE). A microextração em fase sólida (SPME), método recente utilizado para a extração de fármacos em amostras biológicas, apresenta uma série de vantagens em relação aos anteriormente referidos, ou seja, não requer instrumentação analítica sofisticada, não utiliza solvente orgânico, rápido processo operacional, permite automação das análises, concentração dos analitos e a reutilização das fibras extratoras. A SPME na determinação de fármacos voláteis em material biológico tem sido uma das aplicações bem sucedidas de método de preparo de amostras para análises por cromatografia gasosa (GC). No entanto, tem-se observado um número limitado de publicações SPME-HPLC (cromatografia líquida de alta eficiência) e SPME-CE (eletroforese capilar), relativos a análise de fármacos semi e não voláteis, em razão das dificuldades de acoplamento em linha destas técnicas e a completa dessorção dos analitos absorvidos pela fibra. Este trabalho tem como objetivo a padronização de métodos de análise dos antidepressivos triíclicos: amitriptilina e imipramina e seus respectivos metabólitos ativos nortriptilina e desipramina, em amostras de plasma humano empregando-se as técnicas SPME-HPLCIUV e SPME- CE/UV. (AU)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
CANTÚ, Marcelo Delmar. Validação e aplicação de novos métodos analíticos para análise de antidepressivos tricíclicos em amostras de plasma e formulações farmacêuticas. 2004. xvi,140 f. Dissertação de Mestrado - Universidade de São Paulo (USP). Instituto de Química de São Carlos São Carlos.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.