Busca avançada
Ano de início
Entree

Ecologia de "anopheles cruzi" e "anopheles bellator" e sua relacao com a transmissao de malaria no vale do ribeira, sp.

Processo: 01/00839-3
Modalidade de apoio:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de abril de 2001
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2005
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Parasitologia - Entomologia e Malacologia de Parasitos e Vetores
Pesquisador responsável:Oswaldo Paulo Forattini
Beneficiário:Helene Mariko Ueno
Instituição Sede: Faculdade de Saúde Pública (FSP). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:99/10517-1 - Estudos sobre domiciliação de mosquitos Culicidae, AP.TEM
Assunto(s):Malária   Ecologia de vetores
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:Anopheles Bellator | Ecologia De Vetores | Kerteszia | Malaria

Resumo

Anopheles cruzii e An. bellator são espécies do subgênero Kerteszia transmissoras da chamada "malária de bromélias", nome atribuído em função da utilização desses vegetais como locais de desenvolvimento de suas larvas. Embora os adultos sejam característicos e freqüentemente dominantes entre os Culicidae em matas primitivas, o mesmo não ocorre com as formas imaturas. O Vale do Ribeira representa área endêmica da doença no Estado de São Paulo, com 45% dos casos autóctones nos últimos 15 anos. Tais casos têm transmissão atribuída ao subgênero Kerteszia e são de decurso clínico brando e etiologia desconhecida. Diante da não correspondência entre número de adultos e larvas de An. cruzii e An. bellator, da importância epidemioiógica destas espécies e da falta de dados entomológicos relacionados à malária, justifica-se este trabalho. Pretende-se estudar a distribuição vertical e estacional de larvas e adultos desses mosquitos, em área de mata primitiva e restinga no Vale do Ribeira, mediante coletas quinzenais, por um ano, ao nível do solo e em copa arbórea. Larvas serão coletadas em bromélias e adultos, através de armadilha tipo CDC+CO2 e em armadilha de Shannon próximo a domicílios, das 17-20h. As fêmeas coletadas serão submetidas a testes de PCR para identificação de plasmódios humanos e simianos, e a testes de ELISA para análise de sangue ingerido. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
MARYLENE DE BRITO ARDUINO; LUIS FILIPE MUCCI; LUCIANA MAMEDE DOS SANTOS; MARILENA FOGAÇA DE SOUZA SOARES. Importance of microenvironment to arbovirus vector distribution in an urban area, São Paulo, Brazil. Revista da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical, v. 53, . (01/00839-3)
HELENE MARIKO UENO; OSWALDO PAULO FORATTINI; INA KAKITANI. Distribuição vertical e sazonal de Anopheles (Kerteszia) em Ilha Comprida, SP. Revista de Saúde Pública, v. 41, n. 2, p. 269-275, . (99/10517-1, 01/00839-3)
Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
UENO, Helene Mariko. Estratificação vertical de Anopheles cruzii, Anopheles bellator e outros mosquitos (Diptera: Culicidae) no município de Ilha Comprida, SP. 2005. Tese de Doutorado - Universidade de São Paulo (USP). Faculdade de Saúde Pública (FSP/CIR) São Paulo.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas utilizando este formulário.