Busca avançada
Ano de início
Entree


Características da carne de cordeiros alimentados com glicerina proveniente da produção de biodiesel

Texto completo
Autor(es):
Thiago Henrique Borghi
Número total de Autores: 1
Tipo de documento: Dissertação de Mestrado
Instituição: Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias.
Data de defesa:
Membros da banca:
Angélica Simone Cravo Pereira; Ivanna de Moraes Oliveira
Orientador: Américo Garcia da Silva Sobrinho
Resumo

O objetivo deste trabalho foi avaliar as características físico-químicas, sensoriais e nutricionais de diferentes músculos de cordeiros Ile de France terminados em confinamento, recebendo dietas sem e com inclusões de glicerina, em substituição ao milho. Foram utilizados 30 cordeiros machos não castrados com aproximadamente 45 dias de idade e 15 ± 0,2 kg de peso corporal, alojados em baias individuais e abatidos aos 32,0 ± 0,2 kg. Os tratamentos foram compostos por três dietas: D0 - cana-de-açúcar + concentrado; D10 - cana-de-açúcar + concentrado + 10% de glicerina e D20 - cana-de-açúcar + concentrado + 20% de glicerina; e três músculos: Triceps brachii, Semimembranosus e Longissimus lumborum. Não foi observada interação (P>0,05) entre as dietas e os tipos de músculo em todas as características qualitativas avaliadas. Os músculos dos cordeiros são semelhantes quanto às características físico-químicas, sensoriais e nutricionais, tanto que só diferiram (P<0,05) no comprimento de sarcômero, diâmetro das fibras musculares e teor de colesterol. A inclusão de glicerina na dieta dos cordeiros não afetou (P>0,05) as características físico-químicas pH, temperatura, capacidade de retenção de água (24h e 30 dias após o abate), perdas de peso por descongelamento e cocção, força de cisalhamento, diâmetro das fibras musculares, comprimento de sarcômero, oxidação lipídica, os atributos sensoriais, a composição centesimal e o teor de colesterol da carne. Houve efeito linear (P<0,05) decrescente para as variáveis b* (intensidade de amarelo) nos músculos (3,79 para 3,09) e na gordura subcutânea (8,20 para 7,02). No perfil de ácidos graxos da gordura intramuscular, houve efeito (P<0,05) da inclusão de glicerina, com elevações na concentração do ácido heptadecanoico (1,64 para 2,61%) e no somatório dos ácidos ... (AU)

Processo FAPESP: 12/25250-7 - Características qualitativas da carne de cordeiros alimentados com glicerina proveniente da produção do biodiesel
Beneficiário:Thiago Henrique Borghi
Linha de fomento: Bolsas no Brasil - Mestrado