Busca avançada
Ano de início
Entree


Inflamação precede estresse de retículo e disfunção mitocondrial no hipotálamo durante as etapas iniciais da instalação da obesidade

Autor(es):
Rodrigo Scarpari Carraro
Número total de Autores: 1
Tipo de documento: Dissertação de Mestrado
Instituição: Universidade Estadual de Campinas. Faculdade de Ciências Médicas
Data de defesa:
Membros da banca:
Gabriel Forato Anhe; José Donato Júnior
Orientador: Licio Augusto Velloso
Resumo

Ácidos graxos saturados de cadeia longa, presentes na dieta, induzem uma resposta inflamatória muito precoce no hipotálamo, ao ativarem receptores TLR4 e induzirem tanto inflamação, quanto estresse de retículo endoplasmático (ER stress). Estudos recentes sugeriram que alterações na função mitocondrial poderiam também desempenhar um papel patofisiológico durante a instalação da disfunção hipotalâmica na obesidade. Neste estudo avaliamos marcadores de inflamação, estresse de retículo endoplasmático e alterações mitocondriais em etapas iniciais da obesidade induzida por dieta. Os nossos resultados demonstram um aumento precoce, no conteúdo de proteínas relacionadas à inflamação, IL-1'beta', IL-6, IL-10, TNF-'alfa' e fractalkina, em camundongos Swiss submetidos a uma dieta rica em gordura saturada. A exposição dos camundongos a 3 horas de dieta hiperlipídica foi capaz de aumentar significativamente o conteúdo da fractalkina. Com 6 horas de exposição, observamos um aumento da chaperona GRP78, proteína envolvida na resposta às proteínas mal enoveladas (UPR) no retículo endoplasmático, e este aumento se conservou com o passar dos dias enquanto mantida a oferta da dieta hiperlipídica. As proteínas sensoras de distúrbios de enovelamento de proteínas no retículo foram afetadas algum tempo depois da indução da resposta inflamatória, IRE-1'alfa' aumentou com 3 dias e ATF6 no 7º dia de exposição à dieta hiperlipídica. A mitofusina 2, proteína envolvida na dinâmica morfológica mitocondrial, teve redução após 24 horas de exposição à dieta hiperlipidica e aumento após 7 dias. Como essas alterações sugerem mudanças morfológicas nas mitocôndrias, utilizamos a seguir a microscopia eletrônica por meio da qual identificamos variações nos contatos entre as mitocôndrias e o retículo endoplasmático. Entretanto, a exposição à dieta hiperlipídica nestes períodos não alterou a respiração mitocondrial no hipotálamo. Desta forma concluímos que o consumo de dieta hiperlipídica induz rápida resposta inflamatória no hipotálamo de camundongos, o que é seguido de indução de ER stress. Apesar de terem sido detectadas alterações no conteúdo proteico de pelo menos uma proteína envolvida na dinâmica morfológica mitocondrial e no número de contatos entre mitocôndrias com o retículo, tal fato não foi acompanhado de alterações na respiração mitocondrial no hipotálamo. (AU)

Processo FAPESP: 13/26319-3 - Avaliação da progressão temporal da instalação de inflamação, estresse de retículo endoplasmático e disfunção mitocondrial no hipotálamo de camundongos submetidos à dieta hiperlipídica
Beneficiário:Rodrigo Scarpari Carraro
Linha de fomento: Bolsas no Brasil - Mestrado