Busca avançada
Ano de início
Entree


Associação entre função muscular do quadril e do tronco, equilíbrio e funcionalidade em idosos da comunidade

Texto completo
Autor(es):
Jaqueline Mello Porto
Número total de Autores: 1
Tipo de documento: Dissertação de Mestrado
Imprenta: Ribeirão Preto.
Instituição: Universidade de São Paulo (USP). Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto
Data de defesa:
Membros da banca:
Daniela Cristina Carvalho de Abreu; Renato de Moraes; Fábio Viadanna Serrão
Orientador: Daniela Cristina Carvalho de Abreu
Resumo

Estudos pregressos têm investigado causas e fatores de risco para quedas e incapacidade funcional em idosos. Porém, no que se refere a fatores biomecânicos envolvidos no desempenho funcional e controle postural, a contribuição dos grupos musculares proximais de quadril e de tronco ainda recebe pouca atenção. Assim, o objetivo deste estudo foi verificar a associação entre a função muscular dos abdutores e adutores do quadril e dos extensores e flexores do tronco com o desempenho do equilíbrio semi-estático e dinâmico e da funcionalidade de idosos independentes que vivem na comunidade. Métodos: oitenta e um idosos de ambos os sexos foram submetidos à avaliação do equilíbrio e da funcionalidade por meio dos testes: (1) marcha tandem sobre a plataforma de força Balance Master (Neurocom International Inc., Clackamas, OR) para obtenção das variáveis velocidade da marcha tandem e velocidade de oscilação corporal ao final da marcha tandem; e (2) testes clínicos de apoio unipodal e Timed Up and Go (TUG). Também foram submetidos à avaliação da função muscular em dinamômetro isocinético (Biodex System 4 Pro, Nova York, EUA) por meio de 3 contrações isométricas máximas de abdução e adução do quadril e flexão e extensão do tronco para obtenção das variáveis pico de torque (PT) e taxa de desenvolvimento de força (TDF) proporcionais ao peso corporal. Após aplicação do teste de normalidade de Shapiro-Wilk, foi realizado teste de correlação de Pearson (dados com distribuição normal) e de Spearman (dados com distribuição não-normal). Para aquelas variáveis com coeficiente de correlação significativo, foi aplicado teste de regressão linear para quantificar o índice de determinação (r2) da função muscular do quadril e tronco no equilíbrio e funcionalidade de idosos. Foi adotado nível de significância de 5% (p < 0,05). Resultados: houve correlação com índice de determinação significativo do PT dos grupos musculares do quadril e do tronco sobre o desempenho dos testes de equilíbrio e funcionalidade. Em relação à TDF, foi encontrada correlação com índice de determinação significativo da TDF de abdução de quadril e de extensão de tronco sobre a velocidade de oscilação ao final da marcha tandem e sobre o TUG e também da TDF de extensão de tronco sobre o apoio unipodal. Conclusões: esses 10 achados podem ser clinicamente relevantes considerando que (1) diferentes parâmetros da função muscular (como PT e TDF) apresentam diferentes estratégias de intervenção para seu aprimoramento e que (2) problemas de equilíbrio e/ou de funcionalidade em idosos podem estar associados com comprometimentos da TDF e do PT da musculatura proximal, os quais são parâmetros passíveis de intervenção. (AU)

Processo FAPESP: 13/23344-7 - Função muscular do quadril e do tronco e sua influência no controle postural durante a realização de tarefas semi-estáticas e dinâmicas em idosos da comunidade
Beneficiário:Jaqueline Mello Porto
Linha de fomento: Bolsas no Brasil - Mestrado