Busca avançada
Ano de início
Entree


Ressonância magnética e ativação neuronal supraespinal em modelo de dor neuropática crônica em ratos.

Texto completo
Autor(es):
Joyce Teixeira da Silva
Número total de Autores: 1
Tipo de documento: Tese de Doutorado
Imprenta: São Paulo.
Instituição: Universidade de São Paulo (USP). Instituto de Ciências Biomédicas
Data de defesa:
Membros da banca:
Marucia Chacur; Newton Sabino Canteras; Rosana de Lima Pagano; Manoel Jacobsen Teixeira; Vanessa Olzon Zambelli
Orientador: Marucia Chacur
Resumo

O fator de crescimento neural (NGF) está relacionado à dor e ao aumento de Substância P (SP). Ressonância magnética funcional de forma não invasiva investiga áreas cerebrais. O Anti-NGF é um tratamento para dor, porém não investigado em dor neuropática. Nós avaliamos no modelo CCI a resposta comportamental e o envolvimento do NGF e da SP após tratamento com o Anti-NGF. Nós observamos NGF aumentado a longo prazo no gânglio da coluna posterior (DRG) e na medula espinal, já a SP aumentada no DRG em ambos os tempos e apenas tardiamente na medula espinal. O tratamento com Anti-NGF diminuiu a nocicepção dos animais. O Anti-NGF reverteu os altos níveis de NGF e SP no DRG e na medula espinal. Houve aumento de Fos no grupo CCI e diminuição após tratamento com Anti-NGF no córtex cingulado anterior. Observamos modificações da conectividade do tálamo, córtex somatossensorial primário e córtex cingulado com todo o encéfalo. Esperamos que estes resultados possam ser usados para o desenvolvimento de uma estratégia terapêutica que auxilie pacientes com dor neuropática crônica. (AU)

Processo FAPESP: 12/24408-6 - Ressonância magnética e ativação neuronal supraespinhal em modelo de dor neuropática crônica em ratos
Beneficiário:Joyce Teixeira da Silva
Linha de fomento: Bolsas no Brasil - Doutorado Direto