Busca avançada
Ano de início
Entree


Papel do receptor P2X7 nos fagócitos em resposta à infecção pelo Plasmodium chabaudi.

Texto completo
Autor(es):
Maria Nogueira de Menezes
Número total de Autores: 1
Tipo de documento: Dissertação de Mestrado
Imprenta: São Paulo.
Instituição: Universidade de São Paulo (USP). Instituto de Ciências Biomédicas
Data de defesa:
Membros da banca:
Maria Regina D'Imperio Lima; Lis Ribeiro do Valle Antonelli; Nancy Starobinas
Orientador: Maria Regina D'Imperio Lima
Resumo

O rompimento eritrocítico característico do ciclo de vida do Plasmodium resulta na liberação de ATP, o qual é reconhecido pelo receptor P2X7. Este estudo da malária experimental causada pelo P. chabaudi em camundongos P2X7-/- mostraram que estes animais são mais suscetíveis à infecção. Tanto in vitro, como ex vivo, as populações celulares fagocíticas mostraram-se sensíveis ao ATP extracelular, de uma forma P2X7 dependente, e a infecção pelo P. chabaudi mostrou ser um fator que aumenta esta sensibilidade. Estudos fenotípicos do baço e do fígado dos animais P2X7-/- indicaram que, com exceção da população CD11b+ Ly6G+, estes animais apresentam número inferior de células fagocíticas quando comparados aos animais C57BL/6. Além disso, há uma leve deficiência na ativação dos fagócitos, na produção de IFN-g e no número de células produtoras de IFN-g, TNF-a e IL-10 no baço dos animais P2X7-/- em relação aos C57BL/6. A maior suscetibilidade dos camundongos P2X7-/- à infecção pelo P. chabaudi deve-se, portanto, a uma resposta imunológica deficiente nestes animais. (AU)

Processo FAPESP: 11/14836-8 - Papel do receptor P2X7 na ativação e na morte de células apresentadoras de antígenos induzidas por Células T CD4+ de camundongos com malária aguda e crônica
Beneficiário:Maria Nogueira de Menezes
Linha de fomento: Bolsas no Brasil - Mestrado