Busca avançada
Ano de início
Entree


Avaliação de alguns microrganismos da microbiota intestinal endógena de crianças eutróficas com sobrepeso e obesas em idade escolar.

Texto completo
Autor(es):
Aline Ignacio Silvestre da Silva
Número total de Autores: 1
Tipo de documento: Dissertação de Mestrado
Imprenta: São Paulo.
Instituição: Universidade de São Paulo (USP). Instituto de Ciências Biomédicas
Data de defesa:
Membros da banca:
Viviane Nakano; Waldir Pereira Elias Junior; Luiz Vicente Ribeiro Ferreira da Silva Filho
Orientador: Viviane Nakano
Resumo

O objetivo deste trabalho foi analisar comparativamente alguns microrganismos que compõe a microbiota intestinal endógena de crianças eutróficas (30), com sobrepeso (24) e obesas (30) entre 3 a 11 anos, a partir de amostras fecais. Foi realizado o isolamento de espécies de Bacteroides, Parabacteroides e Clostridium; a identificação de B. fragilis e C. perfringens enterotoxigênicos; e a detecção quantitativa por PCR (SybrGreen) de B. fragilis, B.vulgatus, P. distasonis, C. perfringens, C. difficile, Bifidobacterium spp., Lactobacillus spp., Bacteroidales e Clostridium (cluster I). As espécies C. perfringens e B. vulgatus foram as mais isoladas; nenhum isolado B. fragilis foi enterotoxigênico; todos C. perfringens foram classificados como tipo A e destes 8,7% e 12,2% possuiam os genes tpeL e netB, respectivamente. C. perfringens, C. difficile e Bifidobacterium spp. estavam em maior quantidade em crianças eutróficas, enquanto obesos e com sobrepeso apresentaram maior número de Lactobacillus spp. e Bacteroidales. (AU)

Processo FAPESP: 12/10659-7 - Avaliação de alguns microrganismos da microbiota intestinal endógena de crianças eutróficas, obesas e com sobrepeso em idade escolar
Beneficiário:Aline Ignacio Silvestre da Silva
Linha de fomento: Bolsas no Brasil - Mestrado