Busca avançada
Ano de início
Entree

Proteínas diferencialmente expressas em lifonodos positivos versus negativos

Processo: 18/16031-6
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Publicações científicas - Artigo
Vigência: 01 de outubro de 2018 - 31 de março de 2019
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética - Genética Humana e Médica
Pesquisador responsável:Eloiza Helena Tajara da Silva
Beneficiário:Eloiza Helena Tajara da Silva
Instituição-sede: Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto (FAMERP). Secretaria de Desenvolvimento Econômico (São Paulo - Estado). São José do Rio Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Proteômica  Metástase  Linfonodos  Neoplasias de cabeça e pescoço  Neoplasias 

Resumo

Introdução: A metástase linfonodal é um dos fatores prognósticos mais importantes nos carcinomas epidermoides de cabeça e pescoço (CECP) e fundamental para o delineamento do tratamento. No entanto, os critérios clínicos e histológicos para o diagnóstico do estado nodal permanecem limitados. No presente estudo, objetivamos caracterizar o perfil proteômico das metástases linfonodais de pacientes com CECP.Métodos: No presente estudo, utilizamos eletroforese uni e bidimensional e análise por espectrometria de massas para caracterizar o perfil proteômico das metástases linfonodais de CECP.Resultados: A comparação dos linfonodos metastáticos e não-metastáticos mostrou 52 proteínas diferencialmente associadas ao desenvolvimento e progressão tumoral. Os resultados reforçaram a ideia de que tumores de diferentes subsítipos anatômicos têm comportamentos dissimilares, que podem ser influenciados pelo fator microambiental, incluindo a rede linfática. O padrão de expressão de proteínas de choque térmico e enzimas glicolíticas também sugeriu um efeito do ambiente linfonodal no controle do crescimento tumoral ou na reprogramação metabólica da célula metastática. Nosso estudo, pela primeira vez, forneceu evidência direta da expressão elevada da anexina A1 na metástase linfonodal de câncer de cabeça e pescoço, adicionando informações que podem ser úteis para o diagnóstico de doença agressiva.Conclusões: Em resumo, este estudo contribuiu para o nosso entendimento do fenótipo metastático do CECP e identificou alvos potenciais para o diagnóstico neste grupo de carcinomas. (AU)