Busca avançada
Ano de início
Entree

Problemas de roteamento de veículos ricos: modelos e algoritmos para variantes determinísticas e estocásticas

Processo: 19/23596-2
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de setembro de 2020 - 31 de agosto de 2022
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia de Produção - Pesquisa Operacional
Convênio/Acordo: CONFAP - Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa
Pesquisador responsável:Pedro Augusto Munari Junior
Beneficiário:Pedro Augusto Munari Junior
Instituição-sede: Centro de Ciências Exatas e de Tecnologia (CCET). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Assunto(s):Branch-and-price  Meta-heurística  Otimização robusta  Problemas de roteamento de veículos 

Resumo

Nos últimos anos, o desenvolvimento tecnológico dos computadores, juntamente com avanços metodológicos em Pesquisa Operacional, motivaram a investigação de variantes mais complexas do Problema de Roteamento de Veículos (PRV). Essas variantes são geralmente inspiradas por aplicações reais e frequentemente incluem funções objetivo e restrições desafiadoras. Na literatura, tais problemas são conhecidos como Problemas de Roteamento de Veículos Ricos (PRVRs). O interesse em PRVRs tem aumentado recentemente e com enfoque principal em variantes determinísticas, embora a maioria das aplicações sejam tipicamente caracterizadas por um alto nível de incerteza. De fato, gerentes logísticos devem estar preparados para tomar decisões complexas baseando-se em informações incompletas. Por outro lado, considerar essas incertezas traz mais desafios à modelagem e resolução dos problemas envolvidos. Este projeto visa estudar PRVRs que surgem em logística comercial e humanitária, sob perspectivas determinísticas e estocásticas. Pretende-se desenvolver novas formulações matemáticas e métodos exatos, heurísticos e híbridos para PRVRs que capturem características reais e sejam computacionalmente eficientes para o apoio à tomada de decisão na prática. Este projeto tem o potencial de estabelecer e consolidar a colaboração entre grupos de pesquisa dos estados da Paraíba e São Paulo, no esforço de abordar de forma efetiva problemas práticos desafiadores, com desdobramentos científicos e tecnológicos para ambos os estados. (AU)