Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeito do consumo das proteínas do soro do leite nos biomarcadores HSP e parâmetros bioquímicos em ratos

Processo: 11/13035-1
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de dezembro de 2011 - 30 de novembro de 2013
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Nutrição - Bioquímica da Nutrição
Pesquisador responsável:Jaime Amaya Farfan
Beneficiário:Jaime Amaya Farfan
Instituição-sede: Faculdade de Engenharia de Alimentos (FEA). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas, SP, Brasil
Pesq. associados:Carolina Soares de Moura
Assunto(s):Glutamina  Proteínas do leite  Soro do leite  Aminoácidos de cadeia ramificada  Proteínas do choque térmico  Hidrolisados de proteína 

Resumo

A glutamina é o aminoácido mais abundante no plasma, porém em situações de alteração na homeostase, como ocorre durante a prática do exercício físico, quando se registra a sua depleção, promovendo processos desfavoráveis ao organismo, como é a menor produção de heat shock proteins (HSPs), que funcionam como agentes protetores. As proteínas do soro do leite possuem concentrações elevadas de glutamina e de aminoácidos de cadeia ramificada (BCAA), sendo estes precursores importantes para a manutenção dos níveis plasmáticos e musculares de glutamina, por meio da enzima glutamina sintetase. As proteínas do soro poderiam favorecer o sistema de proteção celular mediado pelas HSPs, por meio da manutenção das concentrações de glutamina, durante situações de injúria. Objetivo: verificar a influência do consumo das proteínas do soro do leite, nas formas concentrada e hidrolisada, sobre: (a) os níveis de glutamina e BCAAs, (b) na atividade das HSPs, e (c) no metabolismo da glutamina em ratos submetidos a treinamento em esteira rolante,. Métodos: serão utilizados 48 ratos Wistar machos, divididos primariamente em 2 grupos: sedentários e treinados (fator de promoção de alterações na homeostase). Cada grupo será subdividido em 3 grupos dietéticos (recebendo AIN93G com substituição da proteína): Proteína do soro do leite concentrada (PSLC), proteína do soro do leite hidrolisada (PSLH), e Padrão AIN 93-G com caseína (CAS). Serão determinados os seguintes parâmetros: a) no sangue: ácido úrico, creatinina, CK, LDH, glicemia, corticosterona, AST, ALT, proteínas totais, uréia e aminoácidos livres; b) no gastrocnêmio: aminoácidos livres, proteínas carboniladas, glicogênio muscular, HSP 70, HSP60, HSP90, glutamina sintetase, GFAT, OGT e HSF1; c) no coração: glicogênio, HSP70, HSP60, HSP90, GFAT, OGT, HSF1; d) no pulmão e baço: concentração de HSP70; e) no sóleo: glutamina sintetase HSP70, HSP60 e HSP90; f) temperatura corporal antes e depois da sessão de treinamento. Análise estatística dos resultados: será utilizada a análise de variância ANOVA com significância de p menor ou igual a 0,05, e teste de Tukey. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Proteínas de soro de leite hidrolisadas podem ajudar no combate à hiperglicemia