Busca avançada
Ano de início
Entree

Acil-carnitinas como marcadores do metabolismo intermediário em indivíduos com obesidade mórbida submetidos a uma intervenção clínica para perda de peso

Processo: 14/05260-3
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de novembro de 2014 - 31 de outubro de 2016
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Clínica Médica
Pesquisador responsável:Thais Martins de Lima Salgado
Beneficiário:Thais Martins de Lima Salgado
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FM). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Pesq. associados:Heraldo Possolo de Souza ; Jarlei Fiamoncini ; Marco Aurélio Santo ; Roberto de Cleva
Assunto(s):Gastroenterologia  Obesidade mórbida  Inflamação  Resistência à insulina  Perda de peso  Biomarcadores 

Resumo

A obesidade está ligada ao desenvolvimento de doenças associadas a alterações do metabolismo lipídico como diabetes, dislipidemias e doenças cardiovasculares. O excesso de lipídios estimula a inflamação, sendo esta responsável por alterações na sinalização da insulina. Diversos receptores, como o TLR4, são ativados por ácidos graxos (AG) e sua estimulação leva a ativação de cascatas de sinalização conhecidas por fosforilar proteínas da via de sinalização da insulina em serina, prejudicando a sinalização deste hormônio. Além disso, o acúmulo ectópico de lipídios observado na obesidade gera metabólitos que também interferem com a sinalização intracelular da insulina, como ceramidas, diacilgliceróis e outros. O aumento da oxidação de AG seria uma alternativa para reduzir o acúmulo destes metabólitos, revertendo a resistência à insulina. Existem vários relatos de que a suplementação com carnitina está associada ao aumento da sensibilidade à insulina. A carnitina desempenha várias funções no metabolismo de AG: ela permite a importação destes para a mitocôndria, atua como tampão para a coenzima A (CoA) livre, permite a transferência dos produtos da ²-oxidação peroxissomal para a mitocôndria e a eliminação de grupos acil quando a metabolização destes é deficitária. Além disso, está diretamente ligada à flexibilidade metabólica, que é a capacidade do organismo alternar entre o uso de carboidratos e lipídios como fonte energética, pois impede o acúmulo de acetil-CoA, que de outra forma poderia inibir a captação de glicose, via ciclo de Randle. Este efeito, associado à capacidade das acil-carnitinas de modular o processo inflamatório, torna a carnitina e acil-carnitinas alvos para compreender os mecanismos que levam à resistência à insulina e contribuem para o desenvolvimento de doenças associadas à obesidade. O objetivo central deste projeto é buscar marcadores e através destes monitorar a oxidação de AG em indivíduos com obesidade mórbida submetidos a uma intervenção clínica para perda de peso. A compreensão dos mecanismos de mobilização e oxidação de substratos energéticos poderá ajudar no planejamento de intervenções clínicas ou dietéticas que favoreçam estes processos e facilitem a perda de peso. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
FIAMONCINI, JARLEI; BARBOSA, CARINA FERNANDES; ARNONI JUNIOR, JOSE RUBENS; ARAUJO JUNIOR, JOSE CELESTINO; TAGLIERI, CINTHIA; SZEGO, TIAGO; GELHAUS, BARBARA; DE SOUZA, HERALDO POSSOLO; DANIEL, HANNELORE; DE LIMA, THAIS MARTINS. Roux-en-Y Gastric Bypass Surgery Induces Distinct but Frequently Transient Effects on Acylcarnitine, Bile Acid and Phospholipid Levels. METABOLITES, v. 8, n. 4 DEC 2018. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.