Busca avançada
Ano de início
Entree

Effect of melatonin in epithelial mesenchymal transition markers and invasive properties of breast cancer stem cells of canine and human cell lines

Processo: 16/02760-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Publicações científicas - Artigo
Vigência: 01 de abril de 2016 - 30 de setembro de 2016
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Imunologia - Imunologia Celular
Pesquisador responsável:Debora Aparecida Pires de Campos Zuccari
Beneficiário:Debora Aparecida Pires de Campos Zuccari
Instituição-sede: Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto (FAMERP). Secretaria de Desenvolvimento Econômico (São Paulo - Estado). São José do Rio Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Oncologia  Neoplasias mamárias  Melatonina  Células-tronco neoplásicas 

Resumo

As células tronco do câncer tem sido associadas à metástase e à resistência terapêutica e podem ser geradas pelo mecanismo de transição epitélio mesenquimal (EMT). Alguns trabalhos sugerem que a melatonina tem ação em células tronco do câncer e no processo de EMT. Os objetivos deste estudo foram avaliar os efeitos do tratamento com melatonina na expressão de marcadores moleculares de células tronco e de EMT, OCT4, E-caderina, N-caderina e vimentina, assim como, na invasibilidade em linhagem de câncer de mama canina e humana. As linhagens MCF-7 e CMT-U229 foram submetidas ao cultivo tridimensional em meio seletivo para células tronco. A confirmação do fenótipo de células tronco (CD44+/CD24baixo/-) foi realizada por citometria de fluxo. A viabilidade celular foi mensurada pelo ensaio colorimétrico MTT. A expressão das proteinas OCT4, E-caderina, N-caderina e vimentina foi avaliada por imunofluorescência e a quantificação foirealizada por densitometria óptica. A análise da migração e invasão celular foi realizada em câmara de Boyden. A citometria de fluxo comprovou o fenótipo de células-tronco. O ensaio MTT mostrou redução da viabilidade celular nas linhagens CMT-U229 e MCF-7, após tratamento com 1mM de melatonina por 24 h. A imunofluorescência evidenciou aumento na expressão da E-caderina em ambas as linhagens. Por outro lado, houve diminuição na expressão das proteínas OCT-4, N-caderina e vimentina na linhagem CMT-U229 e MCF-7 após 24 h de tratamento. O tratamento com melatonina também reduziu a migração e invasão celular em ambas as linhagens quando comparada ao grupo controle. Nossos resultados demonstram que a melatonina apresenta um papel inibitório na viabilidade e invasibilidade celular, bem como, na expressão de proteínas relacionadas com a EMT em células-tronco do câncer de mama, podendo indicar umpotencial papel anti-metastático nesta classe tumoral. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.