Busca avançada
Ano de início
Entree

Investigação do potencial de contaminação de alimentos por aminas aromáticas primárias (PAAs) com enfoque em utensílios domésticos coloridos

Processo: 15/26300-6
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de junho de 2016 - 30 de novembro de 2018
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Ciência e Tecnologia de Alimentos
Pesquisador responsável:Marisa Padula
Beneficiário:Marisa Padula
Instituição-sede: Instituto de Tecnologia de Alimentos (ITAL). Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (APTA). Secretaria de Agricultura e Abastecimento (São Paulo - Estado). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Contaminação de alimentos  Aminas  Utensílios domésticos  Embalagens de alimentos  Legislação sanitária 

Resumo

As aminas aromáticas primárias (primary aromatic amines-PAAs) estão entre os contaminantes que devem ser monitorados constantemente, pois diversas PAAs apresentam efeitos genotóxicos, carcinogênicos e alergênicos de acordo com estudos toxicológicos in vitro e in vivo. Segundo a Organização Mundial de Saúde e a International Agency for Research on Cancer (WHO/IARC) diversas PAAs estão classificadas nos grupos 1, 2A e 2B, os quais, respectivamente, referem-se a substâncias cancerígenas, provavelmente cancerígenas para humanos ou possivelmente cancerígenas. A presença das PAAs em alimentos pode ocorrer devido à migração de componentes de materiais de embalagem multicamadas (uso de adesivos poliuretânicos) e ao uso de embalagens e utensílios domésticos coloridos, que utilizam os corantes e pigmentos orgânicos na sua formulação. Na UE várias campanhas de monitoramento sobre PAAs detectaram casos de descumprimento com os limites (10 µg kg-1), principalmente em materiais importados da China como utensílios de cozinha de poliamida. No Brasil não há informações, análise ou dados sobre a presença de PAAs em utensílios domésticos destinados a entrar em contato direto com alimentos, sejam eles nacionais ou importados. O controle de aminas aromáticas em pigmentos e corantes orgânicos ainda é restrito pela ausência de laboratórios com infraestrutura apropriada para estas análises. O presente projeto tem então como objetivo investigar o potencial de contaminação de alimentos por aminas aromáticas primárias (PAAs) com enfoque em utensílios domésticos coloridos. Para tanto, será desenvolvida e validada metodologia para determinação simultânea de diversas aminas aromáticas em utensílios domésticos destinados ao contato direto com alimentos utilizando cromatografia líquida e detecção por espectrometria de massas (LC-MS/MS). Estudar a presença de aminas aromáticas em utensílios domésticos coloridos em função da cor e em função do material como poliamidas, silicone e polipropileno e em função das condições de uso (forno convencional e micro-ondas) e quanto ao uso repetido. Além disso, serão avaliadas quanto a presença de PAAs utensílios domésticos como espátulas, conchas, formas de bolos e cupcakes, potes coloridos encontrados no varejo, sejam eles fabricados no Brasil ou importados. Desta forma, este projeto vem a preencher uma lacuna sobre a análise de PAAs nesses materiais. O conhecimento adquirido será repassado à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) para propor, se necessário, a criação de um regulamento técnico específico sobre PAAs em utensílios domésticos e/ou estabelecimento de limites de PAAs na legislação Brasileira e do Mercosul. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
FAVARO PEREZ, MARY ANGELA; PADULA, MARISA; MOITINHO, DAISY; GRESPAN BOTTOLI, CARLA BEATRIZ. Primary aromatic amines in kitchenware: Determination by liquid chromatography-tandem mass spectrometry. Journal of Chromatography A, v. 1602, p. 217-227, SEP 27 2019. Citações Web of Science: 2.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.