Busca avançada
Ano de início
Entree

Multiplex tissue analysis of the tumor microenvironment and crucial factors in melanoma pathogenesis

Processo: 17/50122-6
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de novembro de 2017 - 31 de outubro de 2019
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Morfologia - Citologia e Biologia Celular
Convênio/Acordo: Friedrich-Alexander-Universität Erlangen-Nürnberg (FAU)
Proposta de Mobilidade: SPRINT - Projetos de pesquisa - Mobilidade
Pesquisador responsável:Miriam Galvonas Jasiulionis
Beneficiário:Miriam Galvonas Jasiulionis
Pesq. responsável no exterior: Christian Ostalecki
Instituição no exterior: Friedrich-Alexander-Universität Erlangen-Nürnberg (FAU), Alemanha
Instituição-sede: Escola Paulista de Medicina (EPM). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus São Paulo. São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:14/13663-0 - Integração de dados de expressão de genes e microRNAs, metiloma e hidroximetiloma de diferentes etapas da progressão do melanoma., AP.R
Assunto(s):Neoplasias cutâneas  Melanoma  Epigênese genética  Reação em cadeia da polimerase multiplex  Biomarcadores tumorais  Marcadores prognósticos  Cooperação internacional 

Resumo

O melanoma maligno é o tumor de pele mais agressivo e resistente aos tratamentos, é um dos tumores que apresenta os maiores aumentos de incidência no mundo. O objetivo deste projeto é estabelecer uma cooperação entre grupos de pesquisa da Alemanha (Friedrich-Alexander-Universitat Erlangen-Nurnberg) e do Brasil (Universidade Federal de São Paulo) que tem como foco de pesquisa o desenvolvimento do melanoma. Nossa intenção é investigar: 1) o impacto de proteínas diferencialmente expressas em melanoma como resultado de regulação epigenética aberrante e 2) o efeito de um microambiente inflamatório na progressão do melanoma. Para isso, realizaremos análises multiplex de tecidos de amostras de melanoma humano e murino por uma técnica chamada MELC, que permite a coloração totalmente automática de cortes histológicos: 1) por um número em teoria ilimitado de anticorpos por corte; 2) de uma maneira topograficamente determinada. Estes conjuntos de dados permitem uma extrapolação do estado funcional e de ativação de uma célula e, por extensão, do corte histológico como um todo. Este estudo pode contribuir não apenas com uma melhor compreensão da biologia do melanoma, mas também com a identificação de potenciais alvos para terapia e biomarcadores de prognóstico e resposta à terapia. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
MONTEIRO, ANA CAROLINA; MUENZNER, JULIENNE K.; ANDRADE, FERNANDO; RIUS, FLAVIA EICHEMBERGER; OSTALECKI, CHRISTIAN; GEPPERT, CAROL I.; AGAIMY, ABBAS; HARTMANN, ARNDT; FUJITA, ANDRE; SCHNEIDER-STOCK, REGINE; JASIULIONIS, MIRIAM GALVONAS. Gene expression and promoter methylation of angiogenic and lymphangiogenic factors as prognostic markers in melanoma. MOLECULAR ONCOLOGY, v. 13, n. 6, p. 1433-1449, JUN 2019. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.