Busca avançada
Ano de início
Entree

Desenvolvimento de mix de açaí probiótico, prebiótico e simbiótico

Processo: 08/50954-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de outubro de 2008
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2010
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Ciência e Tecnologia de Alimentos
Pesquisador responsável:Susana Marta Isay Saad
Beneficiário:Bruno Garcia Vasconcelos
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Farmacêuticas (FCF). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Alimentos funcionais   Probióticos   Prebióticos   Lactobacillus   Açaí

Resumo

Diversos estudos têm mostrado que alimentos adicionados de probióticos e prebióticos, em quantidades suficientes, trazem benefícios à saúde humana. Esses benefícios se devem, fundamentalmente, ao seu efeito na manutenção da microbiota intestinal benéfica. Adicionalmente, há um aumento do consumo de derivados do açaí em grandes centros urbanos no Brasil e até mesmo no exterior, principalmente a sua polpa e derivados. Esse aumento se deve principalmente ao alto valor calórico da fruta e à presença de pigmentos anti-oxidantes. O desenvolvimento de um produto que aliasse os benefícios atribuídos ao açaí àqueles atribuídos aos ingredientes probióticos e prebióticos seria de grande importância para atender as demandas do mercado consumidor com relação à disponibilidade de alimentos mais saudáveis e funcionais, além de impulsionar a pesquisa brasileira no campo dos alimentos probióticos e prebióticos não lácteos. O presente trabalho tem como principal objetivo desenvolver um mix de açaí que apresente aspectos nutricionais e sensoriais semelhantes ao produto tradicional, porém com propriedade funcional suplementar, por se tratar de um alimento probiótico, prebiótico ou simbiótico. Quatro tratamentos serão produzidos (três ou mais vezes cada), todos contendo mix de açaí industrializado congelado: T1 (controle), T2 (com L acidophilus La-5 + B. animalis spp. lactis Bb-12), T3 (com inulina) e T4 (com L. acidophilus La-5 + B. animalis spp. lactis Bb-12 + inulina). Durante o armazenamento dos produtos a -18 ºC por até 3 meses, serão avaliados a sobrevivência dos microrganismos probióticos, a aceitabilidade sensorial, o pH e a cor dos produtos. O teor de umidade será determinado após a fabricação dos produtos (dia 0). As demais características físico-químicas (composição centesimal) do produto serão determinadas a partir de amostras liofilizadas dos produtos previamente congelados. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
VASCONCELOS, BRUNO GARCIA; RUIZ MARTINEZ, RAFAEL CHACON; DE CASTRO, INAR ALVES; ISAY SAAD, SUSANA MARTA. Innovative acai (Euterpe oleracea, Mart., Arecaceae) functional frozen dessert exhibits high probiotic viability throughout shelf-life and supplementation with inulin improves sensory acceptance. FOOD SCIENCE AND BIOTECHNOLOGY, v. 23, n. 6, p. 1843-1849, DEC 2014. Citações Web of Science: 3.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.

Patente(s) depositada(s) como resultado deste projeto de pesquisa

PROCESSO DE FABRICAÇÃO DE GELADOS COMESTÍVEIS SIMBIÓTICOS, À BASE DE FRUTAS, NÃO-LÁCTEO, PRODUTOS GELADOS COMESTÍVEIS E SEU USO PI0905343-3 - Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP) ; Universidade de São Paulo (USP) . Susana Marta Isay Saad; Bruno Garcia Vasconcelos - 14 de dezembro de 2009

 
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.