Busca avançada
Ano de início
Entree

Aplicabilidade do Software Auxiliar na Reabilitação dos Distúrbios Auditivos (SARDA) em crianças usuárias de implante coclear

Processo: 09/06818-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de setembro de 2009
Vigência (Término): 31 de julho de 2011
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Fonoaudiologia
Pesquisador responsável:Maria Cecilia Bevilacqua
Beneficiário:Mariane Perin da Silva
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia de Bauru (FOB). Universidade de São Paulo (USP). Bauru , SP, Brasil
Assunto(s):Crianças   Implante da cóclea   Softwares   Deficiência auditiva   Audiologia

Resumo

Introdução: Levando em conta a estreita relação entre a audição e a linguagem, acredita-se que qualquer alteração no sistema auditivo ou lingüístico de uma criança pode afetar a qualidade de sua comunicação. Tem-se como exemplo de alteração da audição a deficiência auditiva. Para as crianças deficientes auditivas há diferentes dispositivos eletrônicos que podem auxiliá-las dependendo do tipo e grau da perda auditiva, entre eles o Implante Coclear (IC) que é um dispositivo capaz de substituir o órgão sensorial da audição e o Aparelho de Amplificação Sonora Individual (AASI) que realiza a amplificação do som. Destaca-se que além da escolha do dispositivo que irá auxiliar no desenvolvimento das habilidades auditivas da criança a (re)abilitação auditiva com um fonoaudiólogo é fundamental, sendo um dos métodos usado por este profissional o treinamento auditivo. Acreditando nas evidências da efetividade do treinamento auditivo esta pesquisa tem como foco a aplicação do "Software Auxiliar na Reabilitação dos Distúrbios Auditivos (SARDA)", que é uma ferramenta de auxílio aos fonoaudiólogos para o treinamento auditivo baseado em computador. Objetivo e Metodologia: Verificar o desempenho fonético/fonológico e auditivo de crianças com deficiência auditiva após o treinamento com o SARDA. A amostra desta pesquisa será formada por quatro crianças que freqüentam o Centro Educacional de Deficientes Auditivos (CEDAU) ou a Clínica de Fonoaudiologia da FOB/USP. Será realizado este estudo em três etapas: 1) avaliação do inventário fonético/fonológico e da percepção de fala no silêncio e no ruído; 2) estimulação com três estratégias do software duas vezes por semana e; 3) reavaliação dos quesitos testados na primeira etapa. Os testes utilizados para verificar o desempenho auditivo e fonético/fonológico serão Hearing in Noise Test (HINT) e o ABFW - fonologia. Esta pesquisa foi aprovada eticamente sob o parecer 078/2009. Considerações finais: Acredita-se, que esta pesquisa será complementar aos estudos já realizados com o SARDA, diferenciando-se das demais publicações realizadas, pois estará tratando uma população de usuários de implante coclear e/ou usuários de AASI. Também, esta pesquisa busca a confirmação de que o SARDA é uma ferramenta inovadora que poderá auxiliar fonoaudiólogos no tratamento de crianças com distúrbios auditivos.

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
SILVA, Mariane Perin da. Aplicabilidade do Software Auxiliar na Reabilitação de Distúrbios Auditivos (SARDA) em crianças com deficiência auditiva. 2011. Dissertação de Mestrado - Universidade de São Paulo (USP). Faculdade de Odontologia de Bauru Bauru.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.