Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeito do tratamento com niacina sobre o metabolismo do HDL e a função endotelial em pacientes com HDL baixo com ou sem hipertrigliceridemia

Processo: 12/18044-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2012
Vigência (Término): 30 de novembro de 2014
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Clínica Médica
Pesquisador responsável:Andrei Carvalho Sposito
Beneficiário:Valéria Nasser Figueiredo
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Médicas (FCM). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Niacina   HDL-Colesterol   Cardiologia

Resumo

Nas últimas 4 décadas, o efeito do tratamento com ácido nicotínico (niacina, vitamina B3) na aterogênese e incidência de eventos cardiovasculares vem sendo estudado com alguns resultados contraditórios, sugerindo que diferentes formas terapêuticas ou fenótipos clínicos podem influenciar a eficácia desse tratamento. O presente estudo foi baseado nessa divergência de resultados e foi delineado com base em duas hipóteses. A primeira hipótese está focada no efeito da niacina de promover vasodilatação associada a rubor e calor facial, causando suspensão do tratamento em mais de 50% dos pacientes. Esse efeito decorre do aumento da síntese de prostaglandina D2 (PGD2) que, em grandes quantidades, pode mesmo provocar vasodilatação intensa generalizada com hipotensão arterial. Nesse contexto, o laropipranto, antagonista competitivo da PGD2, foi desenvolvido para, em associação com a niacina, prevenir esse efeito colateral aumentando a aderência ao tratamento. No entanto, é plausível que a ação vasodilatadora da Niacina sobre a circulação sistêmica possa ser diminuída pela associação com laropipranto. Até o presente, no entanto, não há informação nas bases de dados LILACS e MEDLINE de investigações sobre uma potencial interferência do Laropipranto sobre a função vasodilatadora da Niacina. Para avaliar esta primeira hipótese, delineamos um estudo em curto prazo (Fase 1) no qual comparamos a pressão arterial sistêmica e a reatividade da artéria braquial de pacientes em uso de Niacina associada ao Laropipranto e Niacina pura. Nossa segunda hipótese está focada na intereção entre o fenótipo lipídico e os efeitos cardiovasculares da niacina. Vários são os mecanismos pelos quais o tratamento com niacina pode interagir com o metabolismo lipídico e atenuar aterogenese. Isto inclui seu efeito sobre a síntese hepática e o catabolismo de apolipoproteína (apo) A-I, principal apo da HDL. No entanto, estima-se que o efeito sobre a concentração da HDL resulte majoritariamente da redução da disponibilidade de lipoproteínas ricas em triglicérides (TG) que atuam como substrato para troca por colesterol éster advindo da HDL via ação da "cholesteryl ester transfer protein" (CETP). Assim, admitindo que, pela via da CETP, o aumento da HDL dependa de um mecanismo relacionado à modificação fenotípica da HDL, é plausível esperar que não só o volume mas igualmente a função da HDL modifique distintamente entre indivíduos com e sem hipertrigliceridemia tratados com niacina. No segundo estudo (Fase 2), avaliaremos a hipótese do papel da trigliceridemia verificando a resposta de pacientes com hipoalfalipoproteinemia, com ou sem hipertrigliceridemia, ao tratamento com niacina em médio prazo. Analisaremos o efeito do tratamento sobre as mudanças funcionais e fenotípicas da HDL.

Publicações científicas (6)
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
MODOLO, RODRIGO; FIGUEIREDO, VALERIA N.; MOURA, FILIPE A.; ALMEIDA, BRENO; QUINAGLIA E SILVA, JOSE C.; NADRUZ, JR., WILSON; LEMOS, PEDRO A.; COELHO, OTAVIO R.; BLAHA, MICHAEL J.; SPOSITO, ANDREI C.; GRP, BRASILIA HEART STUDY. Coronary artery calcification score is an independent predictor of the no-reflow phenomenon after reperfusion therapy in acute myocardial infarction. Coronary Artery Disease, v. 26, n. 7, p. 562-566, NOV 2015. Citações Web of Science: 4.
MOURA, FILIPE A.; FIGUEIREDO, VALERIA N.; TELES, BRUNA S. B. S.; BARBOSA, MEYRIANNE A.; PEREIRA, LARA R.; COSTA, ANA P. R.; CARVALHO, LUIZ SERGIO F.; CINTRA, RIOBALDO M. R.; ALMEIDA, OSORIO L. R.; QUINAGLIA E SILVA, JOSE C.; NADRUZ JUNIOR, WILSON; SPOSITO, ANDREI C.; STUDY, BRASILIA HEART. Glycosylated hemoglobin is associated with decreased endothelial function, high inflammatory response, and adverse clinical outcome in non-diabetic STEMI patients. ATHEROSCLEROSIS, v. 243, n. 1, p. 124-130, NOV 2015. Citações Web of Science: 11.
SCHERR, CARLOS; FIGUEIREDO, VALERIA N.; MOURA, FILIPE A.; SPOSITO, ANDREI C. Not Simply a Matter of Fish Intake. CURRENT VASCULAR PHARMACOLOGY, v. 13, n. 5, p. 676-678, 2015. Citações Web of Science: 1.
CARVALHO, LUIZ SERGIO F.; VIRGINIO, VITOR W. M.; PANZOLDO, NATALIA B.; FIGUEIREDO, VALERIA N.; SANTOS, SIMONE N.; MODOLO, RODRIGO G. P.; ANDRADE, JOALBO M.; QUINAGLIA E SILVA, JOSE C.; NADRUZ-JUNIOR, WILSON; DE FARIA, ELIANA C.; SPOSITO, ANDREI C.; GRP, BRASILIA HEART STUDY. Elevated CETP activity during acute phase of myocardial infarction is independently associated with endothelial dysfunction and adverse clinical outcome. ATHEROSCLEROSIS, v. 237, n. 2, p. 777-783, DEC 2014. Citações Web of Science: 15.
MOURA, FILIPE A.; CARVALHO, LUIZ SERGIO F.; CINTRA, RIOBALDO M. R.; MARTINS, NAIARA V.; FIGUEIREDO, VALERIA N.; QUINAGLIA E SILVA, JOSE C.; ALMEIDA, OSORIO L. R.; COELHO, OTAVIO R.; SPOSITO, ANDREI C. Validation of surrogate indexes of insulin sensitivity in acute phase of myocardial infarction based on euglycemic-hyperinsulinemic clamp. AMERICAN JOURNAL OF PHYSIOLOGY-ENDOCRINOLOGY AND METABOLISM, v. 306, n. 4, p. E399-E403, FEB 2014. Citações Web of Science: 8.
FIGUEIREDO, VALERIA N.; DE SOUZA GODOI, FILIPE CANELA; MARTINS, NESTOR S.; QUINAGLIA E SILVA, JOSE C.; NADRUZ, JR., WILSON; COELHO, OTAVIO R.; SPOSITO, ANDREI C.; GRP, BRASILIA HEART STUDY. Diabetes mellitus unawareness is a strong determinant of mortality in patients manifesting myocardial infarction. CURRENT MEDICAL RESEARCH AND OPINION, v. 29, n. 11, p. 1423-1427, NOV 2013. Citações Web of Science: 3.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.