Busca avançada
Ano de início
Entree

Resposta imune a antígenos eritrocitários em pacientes portadores de anemia falciforme

Processo: 13/01426-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de maio de 2013
Vigência (Término): 31 de janeiro de 2016
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Imunologia - Imunogenética
Pesquisador responsável:Lilian Maria de Castilho
Beneficiário:Emilia Angela Sippert
Instituição-sede: Centro de Hematologia e Hemoterapia (HEMOCENTRO). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Anemia falciforme   Antígenos HLA   Linfócitos T reguladores   Citocinas

Resumo

A transfusão de sangue é uma terapia vital no tratamento e prevenção de algumas complicações da anemia falciforme (AF). No entanto, apesar das transfusões de concentrados de hemácias melhorarem significativamente a morbidade e mortalidade nesta população de pacientes, sua utilização é complicada devido à alta incidência de aloimunização, uma complicação grave em pacientes com AF que pode resultar em Reação Transfusional Hemolítica Tardia (RTH). Entretanto, nem todos os pacientes desenvolvem anticorpos após exposição à transfusão de hemácias. A hipótese é de que os pacientes aloimunizados representam um grupo geneticamente distinto com uma suscetibilidade aumentada à sensibilização aos antígenos eritrocitários. Estudos têm mostrado que o processo de aloimunização à antígenos eritrocitários pode ser modulado a cada passo através de fatores adquiridos e genéticos, embora a importância destes fatores na aloimunização de pacientes falciformes não tenha sido ainda completamente elucidada. Testes pré-transfusionais que podem auxiliar a predizer antecipadamente quais pacientes desenvolvem aloanticorpos eritrocitários necessitam ser implementados. Portanto, nosso objetivo é identificar marcadores imunológicos que tornam pacientes com anemia falciforme suscetíveis a aloimunização eritrocitária, através da análise dos Antígenos Leucocitários Humanos (HLA), células T regulatórias (TRegs), e polimorfismos de nucleotídeo único em gene de citocinas envolvidas na imunidade humoral (IL4,IL10 e IL17) em pacientes falciformes aloimunizados e não aloimunizados.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
SIPPERT, EMILIA; FUJITA, CLAUDIA R.; MACHADO, DEBORA; GUELSIN, GLAUCIA; GASPARDI, ANE C.; PELLEGRINO, JR., JORDAO; GILLI, SIMONE; SAAD, SARA S. T. O.; CASTILHO, LILIAN. Variant RH alleles and Rh immunisation in patients with sickle cell disease. BLOOD TRANSFUSION, v. 13, n. 1, p. 72-77, JAN 2015. Citações Web of Science: 23.
Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
SIPPERT, Emilia Angela. Associação de polimorfismos genéticos com a aloimunização eritrocitária em pacientes portadores de anemia falciforme. 2016. Tese de Doutorado - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciências Médicas.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.