Busca avançada
Ano de início
Entree

Genes KIR, seus ligantes HLA e polimorfismo do gene MICA na toxoplasmose ocular e na forma digestiva da doença de Chagas

Processo: 13/06580-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de julho de 2013
Vigência (Término): 30 de junho de 2017
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Saúde Coletiva - Epidemiologia
Pesquisador responsável:Luiz Carlos de Mattos
Beneficiário:Christiane Maria Ayo
Instituição-sede: Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto (FAMERP). Secretaria de Desenvolvimento Econômico (São Paulo - Estado). São José do Rio Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Doença de Chagas   Mica   Toxoplasmose ocular

Resumo

A toxoplasmose e a doença de Chagas são doenças parasitárias causadas pelos protozoários T. gondii e T. cruzi, respectivamente. Enquanto que a toxoplasmose manifesta-se clinicamente nas formas ocular, cerebral e congênita, a doença de Chagas, após um período aproximado de duas décadas sem sintomas, se manifesta de forma crônica em um terço dos indivíduos. As manifestações clínicas desta doença crônica compreendem lesões irreversíveis em alguns órgãos sendo que cerca de 30% dos pacientes desenvolvem a cardiopatia chagásica crônica e 10% a doença no trato gastrointestinal (magaesôfago e/ou megacólon). A progressão de uma infecção, assim como o desenvolvimento de diferentes formas clinicas e diferentes graus de gravidade, pode estar relacionada com as características genéticas do patógeno e do hospedeiro. Dentre os fatores relacionados ao hospedeiro, a resposta imunológica desperta um interesse especial, e os marcadores genéticos exercem importante papel modulador neste contexto, uma vez que vários estudos têm relatado a importância de genes de resposta imune na resistência ou suscetibilidade à doenças. O objetivo geral deste projeto é testar a hipótese de que os genes KIR (killer cell immunoglobulin-like receptors) e MICA (major histocompatibility complex class I chain-related A) estão associados à toxoplasmose ocular e à forma digestiva da doença de Chagas. Os objetivos específicos compreendem: 1. Selecionar dois grupos de pacientes com toxoplasmose assim constituídos: Grupo TO-1 - presença de lesão exsudativa e/ou cicatriz corioretiniana; Grupo TO-2 - ausência de lesão exsudativa e/ou cicatriz corioretiana; e, selecionar dois grupos de pacientes com doença de Chagas crônica assim constituídos: Grupo CH-1 - pacientes portadores da forma clínica digestiva da doença de Chagas (megaesôfago e megacólon); Grupo CH-2 - indivíduos com a forma cardíaca, mista ou assintomáticos com sorologia reagente para a doença de Chagas. 2. Verificar a presença de anticorpos anti-T. gondii e anti-T. cruzi de classe IgM e IgG no soro destes pacientes, como indicadores de infecção aguda ou crônica; 3. Identificar os genes KIR, os alelos HLA de classe I (HLA-A, HLA-B e HLA-C), ligantes de KIR, e o polimorfismo do gene MICA em todos os grupos de pacientes; 4. Verificar se estes genes estão associados com o desenvolvimento da toxoplasmose ocular e a forma digestiva da doença de Chagas. Os resultados serão analisados através do programa Arlequin versão 3.1 para determinar o equilíbrio de Hardy-Weinberg e as frequências alélicas e haplotípicas dos genes HLA e MICA. A frequência gênica de KIR será obtida por contagem direta. A comparação entre os grupos será feita em tabela de contingência 2x2 usando o teste qui-quadrado com correção de Yates ou teste Exato de Fisher. Odds Ratio e o intervalo de confiança de 95% serão calculados para verificar as estimativas de associação utilizando o programa OpenEpi versão 2.3.1. Nossa hipótese é que os genes KIR e MICA estão associados à toxoplasmose ocular e à forma digestiva da doença de Chagas. (AU)

Publicações científicas (6)
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
REIS, PMELA GUIMARAES; AYO, CHRISTIANE MARIA; DE MATTOS, LUIZ CARLOS; BRANDAO DE MATTOS, CINARA DE CSSIA; SAKITA, KARINA MAYUMI; DE MORAES, AMARILIS GIARETTA; MULLER, LARISSA PIRES; AQUINO, JULIMARY SUEMATSU; MACEDO, LUCIANA CONCI; MAZINI, PRISCILA SAAMARA; SELL, ANA MARIA; DE OLIVEIRA MARQUES, DIVINA SEILA; BESTETTI, REINALDO BULGARELLI; LAGUILA VISENTAINER, JEANE ELIETE. Genetic Polymorphisms of IL17 and Chagas Disease in the South and Southeast of Brazil. JOURNAL OF IMMUNOLOGY RESEARCH, 2017. Citações Web of Science: 2.
AYO, CHRISTIANE MARIA; FREDERICO, FABIO BATISTA; SIQUEIRA, RUBENS CAMARGO; BRANDAO DE MATTOS, CINARA DE CASSIA; PREVIATO, MARIANA; BARBOSA, AMANDA PIRES; ANTUNES MURATA, FERNANDO HENRIQUE; SILVEIRA-CARVALHO, APARECIDA PERPETUO; DE MATTOS, LUIZ CARLOS. Ocular toxoplasmosis: susceptibility in respect to the genes encoding the KIR receptors and their HLA class I ligands. SCIENTIFIC REPORTS, v. 6, NOV 9 2016. Citações Web of Science: 4.
DE OLIVEIRA, AMANDA P.; AYO, CHRISTIANE M.; BESTETTI, REINALDO B.; BRANDAO DE MATTOS, CINARA C.; CAVASINI, CARLOS E.; DE MATTOS, LUIZ C. The role of CCR5 in Chagas disease - a systematic review. INFECTION GENETICS AND EVOLUTION, v. 45, p. 132-137, NOV 2016. Citações Web of Science: 8.
AYO, CHRISTIANE MARIA; DA SILVEIRA CAMARGO, ANA VITORIA; FREDERICO, FABIO BATISTA; SIQUEIRA, RUBENS CAMARGO; PREVIATO, MARIANA; ANTUNES MURATA, FERNANDO HENRIQUE; SILVEIRA-CARVALHO, APARECIDA PERPETUO; BARBOSA, AMANDA PIRES; BRANDAO DE MATTOS, CINARA DE CASSIA; DE MATTOS, LUIZ CARLOS. MHC Class I Chain-Related Gene A Polymorphisms and Linkage Disequilibrium with HLA-B and HLA-C Alleles in Ocular Toxoplasmosis. PLoS One, v. 10, n. 12 DEC 16 2015. Citações Web of Science: 3.
AYO, CHRISTIANE MARIA; DE OLIVEIRA, AMANDA PRISCILA; DA SILVEIRA CAMARGO, ANA VITORIA; BRANDAO DE MATTOS, CINARA CASSIA; BESTETTI, REINALDO BULGARELLI; DE MATTOS, LUIZ CARLOS. Association of the Functional MICA-129 Polymorphism With the Severity of Chronic Chagas Heart Disease. Clinical Infectious Diseases, v. 61, n. 8, p. 1310-1313, OCT 15 2015. Citações Web of Science: 11.
AYO, C. M.; DA SILVEIRA CAMARGO, A. V.; XAVIER, D. H.; BATISTA, M. F.; CARNEIRO, O. A.; BRANDAO DE MATTOS, C. C.; RICCI, JR., O.; DE MATTOS, L. C. Frequencies of allele groups HLA-A, HLA-B and HLA-DRB1 in a population from the northwestern region of Sao Paulo State, Brazil. INTERNATIONAL JOURNAL OF IMMUNOGENETICS, v. 42, n. 1, p. 19-25, FEB 2015. Citações Web of Science: 5.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.