Busca avançada
Ano de início
Entree

Desenvolvimento conceitual e a formação de professores que ensinam matemática: um estudo a partir da teoria histórico-cultural

Processo: 14/00124-4
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Pesquisa
Vigência (Início): 11 de agosto de 2014
Vigência (Término): 30 de dezembro de 2014
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Educação - Ensino-aprendizagem
Pesquisador responsável:Vanessa Dias Moretti
Beneficiário:Vanessa Dias Moretti
Anfitrião: Luis Radford
Instituição-sede: Escola de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (EFLCH). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus Guarulhos. Guarulhos , SP, Brasil
Local de pesquisa : Laurentian University, Sudbury Campus, Canadá  
Assunto(s):Educação matemática   Formação de professores

Resumo

Partindo de uma perspectiva histórica e cultural, que compreende os conceitos matemáticos como produções humanas que objetivam respostas às necessidades dos sujeitos em um determinado lugar e tempo histórico, a pesquisa proposta tem por objetivo geral analisar a implicação da Teoria Cultural da Objetivação, proposta por Radford, na organização do ensino da Matemática e na proposição de percursos de formação docente que considerem os conceitos matemáticos no seu processo de produção humana e em sua significação cultural, em sua filogênese e ontogênese. O conceito de objetivação, compreendido como a transformação do conhecimento cultural objetivo em um objeto de consciência, ao estabelecer uma relação entre a história dos conceitos e a aprendizagem situada culturalmente, fundamenta estratégias e ferramentas didáticas na organização do ensino da matemática que considerem a dialética entre indivíduo e coletivo no movimento ontofilogenético da aprendizagem conceitual. Considerando que a Teoria Cultural da Objetivação tem se constituído como importante instrumento teórico para a pesquisa sobre o ensino e a aprendizagem da Matemática, em uma perspectiva histórico-cultural, a pesquisa proposta propõe a inserção da pesquisadora nas atividades desenvolvidas pelo Laboratório de Semiótica Cultural e Pensamento Matemático da Laurentian University, em Sudbury, no Canadá, com vistas ao aprofundamento teórico e metodológico nas relações entre a teoria histórico-cultural, a organização do ensino da Matemática e o desenvolvimento conceitual na formação de professores, propostas por este centro de pesquisa. As atividades desenvolvidas pela pesquisadora no exterior incluem o acompanhamento e análise das ações de formação docente desenvolvidas pelo referido laboratório durante o período proposto para a pesquisa, bem como a análise de documentos curriculares e materiais de apoio relacionados a tais propostas. A análise dos materiais documentais buscará identificar na descrição dos princípios pedagógicos, objetivos, conteúdos e metodologia, referências à história do conceito matemático e como esta é considerada para a organização das ações de formação docente. Já os dados empíricos coletados no Laboratório serão analisados segundo as seguintes categorias iniciais: ações que revelem a relação da proposta desenvolvida com as proposições da Teoria Cultural da Objetivação; abordagem pedagógica dos conceitos matemáticos e sua relação com a história do conceito; abordagem pedagógica dos conceitos matemáticos e sua relação com a significação cultural. Como um dos resultados da pesquisa, espera-se a inserção e estudo dessa apropriação contemporânea da Teoria Histórico-Cultural na área da Educação Matemática em atividades de pesquisa, orientação e de formação docente a serem desenvolvidas pela pesquisadora junto ao Departamento de Educação e ao Programa de Pós Graduação em Educação da Universidade Federal de São Paulo. Em particular, espera-se que a apropriação da metodologia de formação docente desenvolvida pelo referido Laboratório resulte na implementação, junto à instituição brasileira, de novas propostas de formação docente que impactem tanto a formação inicial quanto a formação continuada de professores que ensinam Matemática. (AU)